MENU

Falha em trens prejudicou cerca de 30 mil usuários em SP, diz CPTM

Falha em trens prejudicou cerca de 30 mil usuários em SP

Atualizado: Quarta-feira, 14 Março de 2012 as 12:29

 A falha ocorrida na manhã desta quarta-feira (14) na Linha 9-Esmeralda da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) afetou cerca de 30 mil usuários, de acordo com o gerente-geral de manutenção da empresa, Evaldo Ferreira. Um defeito no sistema de energia fez com que os trens circulassem em velocidade menor e por apenas uma única via entre estações Granja Julieta e Santo Amaro. O problema havia sido solucionado às 8h10, segundo a CPTM.


Ferreira afirmou que a linha tem 18 estações e transporta 517 mil pessoas diariamente. Quando questionado se a CPTM tem observado uma maior incidência de problemas este ano em relação a 2011, ele negou. “São defeitos pontuais e todos têm uma causa definida. Esse de hoje nós vamos apurar e divulgar as causas com toda lisura”, disse. Em relação a uma possível falha humana, o gerente disse que “não se pode ser leviano”. “Antes de qualquer coisa é preciso fazer uma apuração técnica”, afirmou.

A CPTM negou falta de investimentos no sistema. Segundo Ferreira, no ano passado foram investidos R$ 75 milhões e, neste ano, há uma previsão de R$ 112 milhões em investimentos. “A CPTM considera que está acontecendo um investimento normal de implantação de obras”, disse.
O problema na CPTM causou reflexos na Linha 5-Lilás do Metrô. As linhas 1-Azul e 3-Vermelha também apresentaram problemas. Na Linha Azul, houve falha em uma composição entre as estações Vila Mariana e Santa Cruz, o que reduziu a velocidade dos trens.


Acessos controlados
Por causa das falhas no Metrô, o acesso às plataformas foi controlado por questões de segurança. Nas estações Belém, Itaquera e Guilhermina-Esperança, longas filas se formaram nas passarelas de acesso.
Em nota, o Metrô informou que, das 6h46 às 7h21, houve uma falha no sistema pneumático de um trem na Estação Pedro II. Com isso, as composições da Linha 3-Vermelha circularam com velocidade reduzida e maior tempo de parada. A composição sentido Palmeiras/Barra Funda teve de ser esvaziada na Estação Pedro II e retirada de circulação para manutenção.


"Em razão do problema, por medida de segurança, para evitar acúmulo de usuários nas plataformas, o Metrô implantou estratégia de contenção de fluxo de embarque nas estações", informou o Metropolitano.


Com relação à Linha 1-Azul, o Metrô informou que a circulação começou a ser normalizada por volta das 8h. "Devido à falha de tração em trem entre as estações Vila Mariana e Santa Cruz, as composições da Linha 1-Azul circularam com velocidade reduzida e maior tempo de parada entre 7h39 e 08h03", diz o texto. O trem com problema precisou ser esvaziado e foi retirado de circulação para manutenção.

veja também