MENU

Falha no Metrô de SP precisa ser investigada com calma, diz Goldman

Falha no Metrô de SP precisa ser investigada com calma, diz Goldman

Atualizado: Quarta-feira, 22 Setembro de 2010 as 12:42

O governador de São Paulo, Alberto Goldman, disse nesta quarta-feira (22) que o incidente que parou 18 estações da Linha 3-Vermelha do Metrô paulista por mais de duas horas na terça (21) precisa ser investigado com calma. A declaração foi dada durante as comemorações do Dia Mundial Sem Carro, quando Goldman foi de metrô da Estação Marechal Deodoro, no Centro, até a Estação Artur Alvim, na Zona Leste, trajeto feito pela linha que apresentou problema na terça.

“Fazemos as apurações com calma para que não culpe ninguém sem culpa. Vi as imagens da confusão nos trens. Foi um ato inesperado. O que foi mais inesperado foram os 17 trens com os vidros quebrados. Isso ainda não está muito claro para nós”, disse Goldman.

Perguntado, o tucano não quis falar sobre uma nova falha na Linha Vermelha nesta quarta. De acordo com o Metrô, houve um problema no sistema pneumático que controla a suspensão em um dos vagões. Os passageiros foram distribuídos nos outros vagões da composição, que seguiu viagem.

Ao descer em Artur Alvim, o governador tomou um ônibus para conhecer as novas instalações da Faculdade de Tecnologia (Fatec) da Zona Leste, localizada no bairro Cidade A.E. Carvalho. Segundo ele, o Dia Mundial Sem Carro é um ato simbólico, mas importante para a conscientização da população. “Não dá para resolver o problema em um só dia, mas é um evento que procuramos dar às pessoas para que elas se lembrem que carro não é algo que todo mundo posso colocar nas ruas todos os dias.”

Postado por:Guilherme Pilão

veja também