MENU

Falhas na CPTM serão resolvidas com modernização, diz Goldman

Falhas na CPTM serão resolvidas com modernização, diz Goldman

Atualizado: Quinta-feira, 19 Agosto de 2010 as 3:07

O número de falhas nas linhas da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) deve cair significativamente em até dois anos, quando está previsto o fim do processo de modernização do sistema ferroviário, segundo o governador de São Paulo, Alberto Goldman. Ele disse que  problemas como o que ocorreu nesta manhã, que interrompeu a circulação de trens na Linha 7, são reflexos de defeitos antigos das linhas.

“A CPTM é ainda produto de um velho sistema, tem defeitos desse velho sistema. No prazo de um ano, dois anos, acredito, todo o sistema estará modernizado. Não é que não teremos mais falhas, elas existirão evidentemente, como há atualmente no Metrô. São equipamentos, são sistemas, são pessoas, ocorrem de fato incidentes, mas vão ocorrer muito menos”, disse Goldman, na manhã desta quinta-feira (19), durante a inauguração do Serviço Estadual de Diagnóstico por Imagem (Sedi).

O governador explicou que a CPTM é originária de três sistemas ferroviários distintos – a ferrovia Fepasa, a Santos-Jundiaí e a CPTU. “Esses três sistemas começaram a trabalhar evidentemente como eles eram inicialmente. Hoje, eles estão trabalhando juntos como CPTM, estão sendo modernizados, estamos comprando centenas de trens, as fábricas até se instalaram em São Paulo para produzir esses trens. Os sistemas de comunicação, de controle eletrônico, também estão sendo modernizados.”

Queda no fornecimento

Nesta manhã, o pantógrafo - equipamento que faz a ligação do trem com a rede elétrica - de uma das composições que seguia pela Linha 7 da CPTM se enroscou nos fios, causando a queda do fornecimento aos outros trens. O tráfego entre as estações Jaraguá e Perus ficou interrompido entre 7h55 e 10h. Os passageiros foram atendidos por ônibus nesses trechos. Entretanto, as plataformas ficaram lotadas.

Metrô

Goldman também confirmou nesta manhã que a Estação Vila Prudente, da Linha 2-Verde do Metrô será inaugurada neste sábado (21). Nos primeiros dias, a passagem não será cobrada e a população poderá ir gratuitamente até a estação Sacomã. Desse ponto em diante será cobrada a tarifa comum, de R$ 2,65.

Trata-se da 13ª parada do ramal, que ainda deverá contar, nas próximas semanas, com a estação Tamanduateí, que, segundo o governador, “vai ligar esta linha 2 com todo o sistema da CPTM, que vai para o ABC inclusive". "Com isso, estamos integrando cada vez os sistemas, e transformando a CPTM em um Metrô de superfície. Em mais um ano, dois anos, paulatinamente, vamos ter um sistema de 240 km de Metrô e trens de superfície para atender a população”, afirmou.

Tornozeleiras eletrônicas para presos

No mesmo evento, o governador de São Paulo comentou a demora para a implantação das tornozeleiras eletrônicas em presos do regime semiaberto e daqueles beneficiados com a saída temporária no estado.

De acordo com Goldman, disputas entre as empresas que querem fornecer os equipamentos atrasaram o processo de licitação. “Temos dificuldade no processo licitatório. O problema são as empresas que estão disputando para fornecer. Elas disputam na Justiça, obtêm liminares, criam uma série de problemas. Estamos esperando que essas ações judiciais sejam contornadas para que as empresas possam começar a fornecer”, comentou.

Postado por: Thatiane de Souza

veja também