MENU

Falta de inspeção predial é a principal causa de incêndios

Falta de inspeção predial é a principal causa de incêndios

Atualizado: Sexta-feira, 12 Setembro de 2008 as 12

Metade dos prédios da cidade de São Paulo não está comprometida com a inspeção predial, medida preventiva que assegura a vida patrimonial e também dos seus moradores. Segundo o Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia de São Paulo (IBAPE/SP), é muito comum encontrar prédios que estejam com a validade dos extintores vencida ou com mangueiras furadas. Hoje, temos em São Paulo cerca de 40 mil condomínios e 16 milhões de pessoas morando nos edifícios.

A inspeção predial preventiva é aconselhada a cada dois anos para prédios de até 10 anos de construção e gira em torno de 1% a 2% do valor mensal da taxa de condomínio. Um laudo com fotos e informações detalhadas que apontam os problemas e a ordem de prioridade de serviço é o principal resultado da inspeção predial preventiva feita pelos técnicos credenciados no IBAPE/SP.

"Hoje não dá mais para culpar a legislação e nem no corpo de bombeiros, pois estão muito evoluídos e capacitados neste sentido, infelizmente a grande maioria dos incêndios ainda ocorrem pela falta de pessoal treinado para executar o primeiro socorro e pela falta de formação de brigadistas nos prédios", adverte o Engº Paulo Magri, especializado em engenharia de segurança e Diretor do IBAPE/SP.

Segundo o Instituto, as causas mais comuns de incêndios em prédios são curtos-circuitos, descargas elétricas e a falta de equipamentos que possam controlar os incêndios.

Pelo novo código civil o culpado pela negligência na inspeção predial é o síndico, portanto é importantíssimo que ele esteja informado sobre os perigos que possam decorrer pela falta da inspeção predial.

"Cerca de 80% dos incêndios acontecem por falta de manutenção ou de inspeção predial na instalação elétrica", assegura Marli Lanza Kalil, Coordenadora da Câmara de Inspeção Predial do IBAPE/SP.

 

veja também