MENU

Fama pode ser razão de tentativa de sequestro de filho de jogador

Fama pode ser razão de tentativa de sequestro de filho de jogador

Atualizado: Quarta-feira, 24 Agosto de 2011 as 9:40

A fama e o sucesso recente alcançados pelo jogador Eduardo Pereira Rodrigues, de 19 anos, conhecido como Dudu, podem ter motivado a tentativa de sequestro do filho do atleta em Goiânia, segundo declarou a mãe do bebê. A jovem, que preferiu não se identifcar, relatou em entrevista à TV Anhanguera como foi a ação dos criminosos. A delegada da Delegacia de Proteção à Criança e Adolescente de Goiânia (DPCA), Ana Elise Gomes, quer ouvir o depoimento do jogador nos próximos dias.

Segundo o relato da mãe, a criança de três meses foi levada no começo da noite de segunda-feira (22). O crime ocorreu em frente à casa da família, na Vila Cristina, em Goiânia. "Chegaram dois caras de moto, com capacete, renderam com uma arma e levaram o nénem, meu filho. Não deu pra ver quem era", disse. A criança foi localizada algum tempo depois a algumas quadras de distância da residência. A família disse não ter recebido qualquer pedido de resgate. "Todo mundo sabe que ele é filho do Dudu. Porque ele estava na sub-20 agora, ganhou, né? Eu acredito que foi por causa disso", disse a mãe do bebê.  O jogador atua pelo Cruzeiro e foi campeão mundial pela seleção sub-20. A jovem está separada do jogador. Ela disse que morou com ele há um ano e dois meses. 

A Polícia Civil ouviu a jovem, a avó e a bisavó da criança. O depoimento de um vizinho que teria visto a criança ser levado do colo da mãe deve ser tomado no inquérito. O jogador também deve ser ouvido.

Sem suspeitos

A delegada da Delegacia de Proteção à Criança e Adolescente de Goiânia (DPCA), Ana Elise Gomes, afirmou, na tarde de terça-feira (23), que não tem suspeitos para o caso do suposto sequestro.

Ana Elise esclarece que o jogador deve chegar a Goiânia para ser ouvido. “Segundo o que nos foi informado, ele realmente tem a intenção de vir à capital para ver o filho. E nós esperamos que ele compareça à delegacia e preste informações. Nós estamos providenciando este contato para que tudo seja de forma oficial”, disse a delegada.

veja também