MENU

Famosas, como Patrícia Poeta, falam da alegria de ser mãe

Famosas, como Patrícia Poeta, falam da alegria de ser mãe

Atualizado: Terça-feira, 3 Maio de 2011 as 11:52

Quantas mulheres já não passaram pelo difícil momento de ouvir o apelo do filho desejando colo, um pé fora da porta de casa rumo ao trabalho, a cabeça na montanha de e-mails que a esperam no computador do escritório e aqueles olhinhos tristes implorando atenção? Então, bate uma tremenda culpa, um pouco aliviada pela clareza de quanto o trabalho é importante no equilíbrio da família e, entre beijos e longas despedidas, a vida vai se arranjando. Foi no dilema maternidade X profissão que CONTIGO! buscou inspiração para homenagear as mães no ensaio fotográfico das próximas páginas. Realizamos o sonho das mulheres: trabalhar com prazer e ter o filho à vista o dia todo! Para acarinhar, beijar, brincar ou, simplesmente, olhar a cria.

Patricia Poeta e Felipe

Risadas sem fim

De tanto acompanhar Patrícia Poeta, 34 anos, nas gravações das chamadas do Fantástico, Pipo, ou melhor, Felipe, 8 anos, já sabe mexer em vários equipamentos. ''Aprendi a deixar a minha mãe verde. E também já a fiz ficar bem gorda'', entrega o garoto aos risos. Orgulhosa, a apresentadora revela que Felipe dá até sugestões de pauta e critica as matérias de que não gosta. ''Recentemente ele me pediu para gravar os coleguinhas jogando futebol e depois mandar para o quadro Bola Cheia e Bola Murcha'', conta Patrícia, que faz questão de buscá-lo na escola e conferir o dever de casa. ''Já levanto programando o meu dia para exercer todas as minhas funções. O mais importante para a mãe que trabalha fora é saber se organizar'', destaca. Há pouco tempo, a jornalista e o filho viraram colegas de tênis. Segundo Patrícia, as partidas são especiais. ''Claro que continuo sendo a mãe dele, mas nesse momento somos colegas. Dá uma sensação boa'', confessa.

Cristiana Arcangeli e Isabella

Boas companheiras

Presente, mas sempre estimulando a independência. Da mesma forma que controla seus negócios, a empresária Cristiana Arcangeli, 46 anos, assume a condição de mãe de Isabella, 11, e Bianca, 26. ''Bianca se formou em administração e mora sozinha, mas Isabella vive comigo e eu a acompanho bem de perto. Vejo a lição, estudo com ela e faço tudo junto'', ressalta Cristiana. Como a caçula fica o dia todo na escola e tem várias atividades, como balé, é raro visitar a mamãe no escritório - quando isso ocorre é pura festa! As garotas gostam mesmo é de acompanhar Cristina em eventos e feiras. ''Elas ajudam a vender, a montar os estandes... Serão excelentes mulheres de negócios'', afirma, e acrescenta: ''As duas são ótimas companhias. Adoramos jantar fora, ler, ir ao cinema e praticar esportes juntas''.

Preta Gil e Francisco

Parceiros musicais

De tanto orgulho que sente da carreira da mãe, Francisco, 16 anos, praticamente conversa de igual para igual com ela sobre o assunto predileto dos dois: música. ''Francisco foi criado nos palcos, primeiro nos shows do avô e, depois, nos meus. Ele sempre gostou muito desse ambiente, do backstage, dos estúdios, até que começou a fazer música. Desde os 3 anos ele toca bateria. Aos 6 ganhou o primeiro violão, que aprendeu a tocar sozinho. E agora faz aula de canto, violão, piano, bateria, percussão...'', conta Preta Gil, 36, cheia de admiração pelo filho. ''Nunca aprendi a tocar nenhum instrumento e ele sabe tocar vários de ouvido. É um dom que nasceu com ele.'' De uns dois anos para cá, o adolescente, que segundo Preta também compõe e canta muito bem, começou a expressar o desejo de se profissionalizar. Não será surpresa alguma se, em breve, mãe e filho iniciarem uma turnê juntos.

Mônica Torres, Stephanie e Francisco

Carinho na ponte aérea

Por causa dos capítulos finais de Ribeirão do Tempo, a agenda de Mônica Torres, 53 anos, ficou mais atribulada nas últimas semanas. ''Como moro em São Paulo e a novela é gravada no Rio, vivo na ponte aérea'', afirma a atriz. Antes de pegar o avião quatro ou cinco vezes por semana, ela não abre mão de deixar Stepanhie, 11, e Francisco, 8, na escola. ''Se volto no mesmo dia, tudo bem. Mas quando isso não é possível, noto que eles ficam mais agitados... Por isso, sempre tento estar em casa para colocá-los para dormir'', diz Mônica, que detesta ficar muito tempo sem administrar a rotina dos dois. Nos fins de semana, ela carrega os filhos para o Rio. Enquanto decora os textos da novela no aeroporto, as crianças brincam com o celular, leem, usam a internet da sala viP... A filha mais velha Bel, 26, dá força quando a correria aperta.

Juliana Veloso e Pedro

Mimos dentro d’agua

''Não consigo ficar longe do Pedro. Quando ele era bebê, eu pedia para a minha mãe trazê-lo para perto de mim. Eu tinha de vê-lo na borda da piscina enquanto treinava'', conta Juliana Veloso, 30 anos, atleta do Fluminense nos saltos ornamentais. Pedro tem hoje 1 ano e 9 meses e vai para a creche enquanto a mamãe trabalha. Aos sábados, porém, Juliana o carrega para o clube. ''Ele adora ver os saltos, bate palminhas'', diz envaidecida. Com uma agenda cheia de viagens, a atleta costuma levar o filho a tiracolo em algumas viagens, mesmo internacionais. O rendimento na água mudou depois do nascimento do pequeno. Antes, Juliana treinava até nove horas por dia. Hoje, consegue no máximo quatro, mas acha que a performance ganhou em qualidade. ''Pretendo engravidar novamente depois da próxima Olimpíada. Meu marido só quer mais um filho, mas a minha esperança é fazer gêmeos'', revela rindo.

Por: Por Clarice Muniz, Gisele Cassus e Luciana Bugni

Fotos: Tabach

veja também