MENU

Fazendeira abre desvio de pedágio em propriedade particular no Paraná

Fazendeira abre desvio de pedágio em propriedade particular no Paraná

Atualizado: Segunda-feira, 12 Setembro de 2011 as 2:44

Uma fazendeira que mora às margens da praça de pedágio de Jataizinho, no Norte do Paraná, abriu um acesso para que os veículos desviassem e passassem pela propriedade rural sem precisar pagar a taxa. Apenas os motociclistas tiveram que pagar R$ 2 para passar pelo caminho alternativo. A sinalização foi feita com placas e pneus incendiados. O acesso foi aberto por volta das 5h desta segunda-feira (12) e foi fechado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), às 9h30.

Miriam Kunhavalik contou ao G1 que tomou a atitude porque a empresa Econorte, que administra a praça de pedágio na BR-369, utiliza uma área do espaço dela de cerca de oito mil metros quadrados há mais de um ano e meio e não paga aluguel. "Durante esse tempo eles invadiram, retiraram terras daqui, tudo sem a minha autorização, e ainda não me pagaram nada, isso é um absurdo. E o pior de tudo é que fazem isso com os vizinhos também, mas no caso deles, o aluguel é pago", disse Kunhavalik.

Miriam disse também que o sítio tem seis alqueires e que após constatar o prejuízo de R$ 300 mil, entrou com várias ações na Justiça para conseguir uma indenização. Segundo ela, a última proposta feita pela empresa foi de R$ 20 mil. "Eles estão loucos, tão usando a minha propriedade e querem me pagar só isso de indenização, basta olhar o tamanho do prejuízo que fizeram aqui", relatou a fazendeira.

"Eles disseram que vão fazer uma nova proposta nessa tarde. Se desta vez o valor da indenização não for justo eu volto e abro o espaço denovo, quero só ver quem vai me segurar", finalizou Miriam.

A empresa Econorte disse que não vai se manifestar sobre o assunto.          

veja também