MENU

Feriado de Ano Novo gera filas na Rodoferroviária

Feriado de Ano Novo gera filas na Rodoferroviária

Atualizado: Quarta-feira, 29 Dezembro de 2010 as 8:26

Cerca de 117 mil pessoas vão deixar Curitiba de ônibus no feriadão de Ano Novo. A quantidade é cerca de 10% maior do que a registrada pela Rodoferroviária no mesmo período do ano passado, e pelo menos 2% maior do que no Natal.

No entanto, durante toda esta semana o movimento maior no local é para a compra de passagens, e não para embarque. Filas enormes se formam nos guichês, mas a maior é sempre da empresa que vende bilhetes para as praias do Paraná, já que 42% do destino escolhido pelos passageiros que viajam no Réveillon é o litoral do Estado.

Para se ter uma ideia, durante o ano a empresa de ônibus Graciosa vende uma média de 1,2 mil passagens por dia, mas ontem à tarde a empresa já tinha comercializado 4,6 mil bilhetes.

“Esperamos que amanhã (hoje) o movimento seja ainda maior para vendas. Essas pessoas pretendem viajar nos dias 30 e 31”, comentou o gerente da empresa, José Olegário.

Segundo ele, quem quer viajar de ônibus não corre o risco de ficar sem passagens, pois muitos ônibus extras estão sendo disponibilizados. A Graciosa trabalha com uma média de 46 horários de ônibus, mas para hoje, por exemplo, já são 104 horários.

“Não faltará passagens, mas se a pessoa não se apressar poderá não ter opção de horário”, observou. A Graciosa disponibiliza passagens pela internet, basta ter cartão de crédito.

Em dias normais saem da rodoviária cerca de 350 carros, mas nessa época a quantidade é aumentada em pelo menos 60%. O administrador da Rodoferroviária de Curitiba, Elcio dos Anjos, acredita que os problemas registrados nos aeroportos de todo o País (atrasos e cancelamentos de voos) pode ter aumentado a procura por viagens rodoviárias. “Isso fez aumentar a nossa credibilidade”, comentou.

A Polícia Militar, câmeras de vídeo e seguranças privados estão garantindo a segurança na Rodoferroviária. “Estamos orientando as empresas a aumentarem o seu efetivo para a venda de passagens”, disse dos Anjos.

Em média, o passageiro aguardou meia hora na fila para comprar passagens. Mas ninguém reclamou. “As pessoas estão mais pacientes, pois vão viajar a passeio”, comentou Anjos.

Praias

O fluxo de veículos nas rodovias que dão acesso às praias do Paraná e Santa Catarina também era grande, ontem. Na BR-277 foram registrados picos de 1.000 carros por volta das 18h de ontem, sendo que normalmente a quantidade não passa de 700 veículos.

Na BR-376, rodovia que liga o Paraná ao litoral de Santa Catarina, o fluxo chegou a 2,4 mil carros por hora ontem à tarde, quando o normal é variar de 800 a 1.000.

A Ecovia estima que o movimento maior para descida ao litoral será na sexta-feira (31), quando 38 mil carros são esperados. No retorno, dia 2 de janeiro, o fluxo previsto é de 51 mil veículos rumo a Curitiba. No Aeroporto Internacional Afonso Pena, o movimento ainda era normal ontem à tarde. Dos 82 voos programados, seis atrasaram e seis foram cancelados.

veja também