Festa da Uva atrai visitantes a São Paulo

Festa da Uva atrai visitantes a São Paulo

Atualizado: Quinta-feira, 10 Fevereiro de 2011 as 8:22

A Festa da Uva do município de Vinhedo, em São Paulo, completa 50 anos. No evento, que nesta edição é realizado em três finais de semana, os agricultores conseguem mostrar as novidades do campo e garantir boas vendas. A produção da fruta é a principal atividade dos cerca de 40 agricultores da região, que cultivam mais de 600 mil pés.

A festa foi criada antes mesmo da emancipação do município que, não por acaso, chama-se Vinhedo. O evento acontecia quando os produtores se reuniam para comemorar a safra ao som de música italiana e muita alegria. Ao longo dos 50 anos, foram ofertadas mais frutas, sucos e vinhos artesanais, com variedades que surpreendem os visitantes.

A uva brasil, que leva o nome do país, é apenas mais uma entre muitas novidades. Só de uvas, são quase 20 tipos diferentes.

A Festa da Uva de Vinhedo, que começou na década de 40 e sempre foi organizada no fim das colheitas, é hoje o principal evento cultural e turístico do município.

“Atingimos a marca de 388 mil visitantes em três finais de semana para uma população de 65 mil aproximadamente. Então, temos um afluxo de gente muito grande durante estes três finais de semana”, calculou Paulo Mattos, presidente da comissão da festa.

O produtor de uva Antonio Pagotti começou a participar do evento ajudando o pai e aprendeu a aproveitar os benefícios da exposição. “É uma alavanca que faz para o produtor. É muito bom”, avaliou.

Na festa também há laranjas, peras e pitaia, com os melhores exemplares de cada produtor. Ao final de cada dia, é feito um leilão para a venda dos frutos mais bonitos.

Na parte de bebidas, os vinhos são a atração principal. Pelo segundo ano consecutivo famílias tradicionais de Vinhedo participam da festa com vinhos fabricados de forma artesanal na própria cidade. Ao todo são 12 stands nos quais os visitantes poderão degustar e comprar a bebida feita com uvas produzidas na região.

“Nós estamos trazendo de volta plantio de uva, qualidade e excelência de produção”, concluiu Humberto Oliveira, diretor da Cooperativa de Vinhos Paulista.

Os visitantes também podem visitar propriedades que produzem uva, conhecer as parreiras e ter a oportunidade de tomar um café da manhã rural, em que são servidos bolo de fubá, pão integral, bolo de mandioca, bolo de cenoura, queijo fresco, melado e geleia de uva, além de ver a produção artesanal de sucos e vinhos.

A festa termina no dia 20 de fevereiro.      

veja também