Festa e confusões no aniversário de São Paulo

Festa e confusões no aniversário de São Paulo

Atualizado: Quarta-feira, 26 Janeiro de 2011 as 9:10

No aniversário de São Paulo não faltou o que fazer para quem driblou a chuva do meio da tarde e saiu de casa para aproveitar o feriado. Teve missa na Sé, tour de bicicleta, show de Ivete Sangalo, tirolesa no centro e vários outros eventos. Outra coisa que não faltou foram protestos.

Por volta das 11h, moradores do bairro Itaim-Bibi e defensores do patrimônio histórico promoveram um apitaço no momento em que o prefeito Gilberto Kassab (DEM) deixava a Catedral da Sé, onde assistia à missa de comemoração dos 457 anos da Capital.

O movimento é contra o projeto de permuta de um terreno com árvores e equipamentos municipais naquele bairro por creches em outras regiões. À tarde, durante a reabertura da Biblioteca Mário de Andrade, manifestantes protestaram contra o aumento da tarifa de ônibus para R$ 3. O assistente social Rui Ferreira, 30 anos, teria sido agredido duas vezes. Uma por um segurança da prefeitura e outra quando foi empurrado ao chão, pelo diretor do Centro Cultural da Juventude Leandro Benetti. "Ele me agrediu no rosto três ou quatro vezes", retrucou Benetti. O caso foi parar na delegacia, mas a prefeitura não comentou a confusão envolvendo o funcionário municipal.

Mas teve gente que conseguiu aproveitar as festividades. Um dos passeios de maior sucesso foi o World Bike Tour, que reuniu 7.000 ciclistas em sua terceira edição. O trajeto de 10 quilômetros, da Ponte Estaiada até a Cidade Universitária, foi percorrido tanto por ciclistas habituais quanto por amadores, como a gerente de comunicação Simone Mendonça, 35. "Tinha esquecido como é gostoso andar ao ar livre."

A Praça Marechal Deodoro, em Santa Cecília, região central, foi reinaugurada com estátuas em homenagem aos trabalhadores da limpeza, já que agora o Siemaco, o sindicato da categoria, é responsável pelo zelo da praça.    

veja também