MENU

Festival de Berlim abre suas portas nesta quinta-feira

Festival de Berlim abre suas portas nesta quinta-feira

Atualizado: Quarta-feira, 10 Fevereiro de 2010 as 12

A 60ª edição do Festival de Berlim, que começa nesta quinta-feira (11), retoma o tom político, assim como Sundance, que este ano também tentou voltar às raízes. O mestre alemão Werner Herzog, que compõe o júri, chega com a missão de garimpar filmes que, invariavelmente, devem ser grandes destaques ao longo do ano, um feito que só Berlim, com sua força no cinema independente, e o Festival de Cannes, que será realizado em maio, são capazes de alcançar. Entre os filmes selecionados, destaca-se The Ghost Writter , último de Roman Polanski, que este ano não marcará presença - ele foi detido pela justiça americana, por acusações datadas de 1970, quando admitiu que manteve relações sexuais com uma garota de 13 anos. Mas as atenções devem ficar voltadas para Martin Scorsese, que esse ano recebeu uma homenagem no Globo de Ouro e apresenta, pela primeira vez, Ilha do Medo , outra parceria - que deve se sair bem-sucedida - com o super astro Leonardo DiCaprio. Ilha do Medo é uma adaptação do romance de Dennis Lehane, cuja história se passa em 1954, quando o detetive Teddy Daniels (DiCaprio) investiga o desaparecimento de uma assassina que fugiu de um hospital psiquiátrico. Apesar do seu potencial comercial, provavelmente ninguém vai querer esnobar a sessão comandada por um diretor que, entre outras obras, realizou Touro Indomável e Taxi Driver . Na competição, 18 países concorrem aos cobiçados Ursos. Nos outros dez dias, as mostras Panorama, Fórum, Geração, Perspectiva e Curtas-metragens exibirão mais de 400 filmes vindos de todo o mundo, alguns deles em formatos experimentais. Tuan Yuan , do diretor chinês Wang Quan´an, ganhador do Urso de Ouro em 2007, abrirá a sessão oficial. No encerramento, outro filme de um diretor asiático, Otoute , do japonês Yoji Yamada. O Brasil é representado por Besouro , de João Daniel Tikhormirof, que está na mostra Panorama, e pelo documentário Lixo Extraordinário (Wasteland ), coprodução entre Brasil e Inglaterra sobre a obra do artista plástico Vik Muniz. Vencedor no Festival do Rio 2009, Os Famosos e os Duendes da Morte , longa de estreia de Esmir Filho, foi selecionado para a Mostra Geração, dedicada a filmes que falam sobre juventude.

veja também