MENU

Festival Risadaria terá o nariz como "personalidade homenageada"

Festival Risadaria terá o nariz como "personalidade homenageada"

Atualizado: Terça-feira, 15 Março de 2011 as 10:14

Quando se reuniram, no ano passado, para organizar a nova edição do festival Risadaria, Paulo Bonfá, Caco Galhardo (cartunista da Folha) e os demais curadores tiveram de pensar em alguém para homenagear (a primeira edição fora dedicada a Millôr Fernandes).

De pronto, sugeriu-se o deputado federal Paulo Salim Maluf (PP), cujo nome, quando dito por seu assessor de imprensa, vem normalmente acompanhado da frase "não tem e nunca teve contas no exterior".

O humorista Bonfá não gostou. "Já me cansei um pouco do Maluf. Tirar sarro dele hoje em dia lhe dá mais valor do que merece", diz, lembrando a cena.

Galhardo sugeriu, então, que se louvasse o nariz. "Por que o nariz?", perguntou Bonfá. "E por que não o nariz?", respondeu. O argumento foi definitivo.

Assim, o festival dedicado ao humor, que ocupará o prédio da Bienal, em São Paulo, de 24 a 27 de março, terá, em sua segunda edição, uma série de cartuns dedicados "à parte mais ridícula do corpo humano", como define Galhardo.

Os desenhos, de dez artistas (entre os quais Rafael Corrêa, Gustavo Duarte e Loredano), serão ampliados em quadros de até 4m 2 , expostos juntos de um membro nasal em tamanho gigante, com 3m de altura, do coreógrafo Rubens Lazaroni. "Você vai poder andar por dentro dele", avisa Bonfá.

O festival custou R$ 4,8 milhões, patrocinado por nove empresas. Um quarto desse valor foi captado por renúncia fiscal, através da Lei Rouanet.

Além de Galhardo e Bonfá, ainda conta com a curadoria dos humoristas Marcelo Tas, Marcelo Madureira, Diogo Portugal e Wellington Nogueira.

Apresentará cerca de cem atrações, que incluem a final do Campeonato Brasileiro de Stand-up Comedy, um apanhado das obras em desenho de Reinaldo e Luis Fernando Veríssimo e uma exposição sobre a carreira humorística de Jô Soares.

O nariz, no entanto, terá tratamento VIP. À diferença de Jô, a quem a homenagem se dará em forma de retrospectiva, o órgão será laureado apenas com imagens inéditas. "Na primeira edição fizemos uma compilação de cartuns. Nessa segunda a ideia era que os humoristas produzissem sob encomenda", diz Bonfá.

veja também