MENU

Filho de 36 anos é suspeito de matar mãe e agredir pai na Bahia

Filho de 36 anos é suspeito de matar mãe e agredir pai na Bahia

Atualizado: Quarta-feira, 14 Setembro de 2011 as 12:43

Um homem de 36 anos foi preso suspeito de ter matado a mãe no povoado Angico Torno, que pertence à cidade de Pilão Arcado, na região norte da Bahia, a 970 km de Salvador. Segundo a polícia, o crime aconteceu por volta das 17h30 de terça-feira (13), na residência da família. O suspeito foi preso horas depois em uma área próxima. Os irmãos do suspeito relataram à polícia que ele sofre de transtornos mentais, mas não há informação sobre o tipo de distúrbio.

O pai do suspeito e esposo da vítima tentou impedir a agressão e sofreu ferimentos graves na região do rosto. Ele está internado em uma unidade de saúde da cidade de Juazeiro. De acordo com a polícia, o autor provocou a morte da mãe com golpes de facão na região do braço. Ela chegou a ser socorrida para um hospital local, mas não resistiu.

“Ele não tem controle mental nenhum, não tem discernimento de si. Quando ele foi preso, a única coisa que dizia é que estava ferido”, conta o tenente Alex Rhaley, da 25ª Companhia Independente da Polícia Militar de Casa Nova, que faz a cobertura do local. O suspeito está custodiado provisoriamente na delegacia da cidade de Campo Alegre de Lourdes, mas a unidade da Polícia Civil que está responsável pelas investigações é a de Pilão Arcado, onde ocorreu o crime.    

veja também