MENU

Fique atento nas estradas durante o Réveillon devido às chuvas

Fique atento nas estradas durante o Réveillon devido às chuvas

Atualizado: Quinta-feira, 30 Dezembro de 2010 as 8:28

A proximidade de um novo ano traz o desejo de comemorar as realizações e traçar planos para o futuro. Nesta época, muitos capixabas aproveitam a data para viajar e festejar a virada de ano com amigos e familiares. No entanto, devido ao tempo chuvoso, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran|ES) faz um alerta aos motoristas para que redobrem os cuidados no trânsito e evitem começar o ano com uma tragédia.

Pensando nos condutores que estão saindo e chegando à Capital do Estado, os voluntários do Vida Urgente Espírito Santo realizarão ações de educação, nesta quinta-feira (30), com abordagens em pontos estratégicos para dar dicas de segurança as pessoas.

Na manhã desta quinta-feira (30), a partir das 8h30, os voluntários realizarão ações da Blitz Vida Urgente no Aeroporto Eurico de Aguiar Salles, em Vitória, e na Rodovia do Sol, na Ponta da Fruta, em Vila Velha. No mesmo dia haverá ainda outra ação, a partir das 13 horas, na rodoviária de Vitória.

Com a chuva o asfalto fica escorregadio, facilitando a ocorrência de acidentes e dificultando a frenagem. A visibilidade do motorista também diminui e por isso alguns cuidados básicos, como reduzir a velocidade e praticar a direção defensiva, devem ser tomados.

Direção preventiva em dias chuvosos

As recomendações básicas, independente de chuva fina ou forte, são: diminuir a velocidade, acender o farol baixo, ligar o limpador de para-brisa (que deve estar em bom estado de conservação), o desembaçador e manter a distância de pelo menos dois carros em relação ao automóvel da sua frente.

Confira:

- Tome cuidado redobrado com os pedestres, pois quando a chuva começa ocorre aquela típica correria atrás de abrigo.

- Procure não fazer manobras ou freadas buscas, já que o risco de derrapagem é grande. Isso, devido à mistura água, óleo e sujeira na pista, tornando o piso escorregadio. Essa mistura só é "lavada" pela própria chuva após uns 15 minutos.

- Se estiver em movimento não ligue o pisca alerta. Este tipo de iluminação só deve ser acionado se o veículo estiver parado.

Para aumentar a eficiência do limpador de para-brisa, troque as palhetas uma vez por ano, mantenha as borrachas das palhetas e os vidros limpos, adicionando ao reservatório de água do "esguichador" uma "colher de sopa" de detergente neutro ou os aditivos vendidos em postos de gasolina, centros automotivos e até supermercados.

De acordo com a diretora técnica do Detran|ES, Rosane Giuberti, quando os vidros derem os primeiros sinais de que irão embaçar, passe um pano limpo, e jamais use as mãos, pois a gordura natural da pele só irá prejudicar a situação. "Tente deixar os vidros laterais uns dois dedos abertos para criar uma circulação de ar, ligue o ventilador interno ou o ar condicionado e lembre-se: você deve esfriar o carro por dentro para desembaçar os vidros", explicou.

Giuberti disse ainda que, se o motorista sentir que o veículo está “dançando” um pouco na pista, como se estivesse boiando, é sinal de aquaplanagem. "Diminua a velocidade, pois o veículo irá ganhar peso e voltará a tocar os pneus no solo", disse.

A aquaplanagem é um fenômeno relativamente comum em veículos e ocorre quando os pneus não conseguem tocar o solo devido a uma lâmina de água. O problema pode ocorrer com qualquer veículo, entretanto, acontece com mais frequência em carros com pneus “carecas”, pois estes não possuem mais os sulcos de escoamento de água.

Dicas para quem vai viajar

Na hora de pegar a estrada, o ideal é que o condutor coma alimentos leves e viaje ainda durante o dia, evitando assim a falta de visibilidade noturna. Em trajetos muito longos, o condutor deve fazer uma pausa de, no mínimo, 10 minutos a cada três horas.

As crianças com até 7,5 anos de idade também devem estar bem seguras, sendo transportadas no equipamento adequado à sua faixa etária. Até um ano de idade, a criança deve estar no bebê conforto; de um a quatro anos, deve ser levada na cadeirinha; e de quatro a 7,5 anos, no assento de elevação.

Após essa idade, a criança pode viajar sem dispositivo de retenção, mas no banco de trás do veículo, com o cinto de segurança do carro. No banco da frente, apenas os maiores de 10 anos e medindo mais 1,50m, utilizando o cinto de segurança.

Documentos obrigatórios: Certifique-se de que está levando toda a documentação do carro, com o licenciamento em dia, e a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) dentro do prazo. O condutor que for flagrado dirigindo sem a CNH será multado em R$ 53,20 e perderá três pontos na carteira.

Se o motorista estiver com a CNH vencida há mais de 30 dias, o valor da multa é de R$ 191,54 e ele perderá sete pontos. No caso do veículo não estar devidamente licenciado, a multa é de R$ 127,69 e há a perda de cinco pontos na CNH.

Pneus: Os pneus são o contato que o veículo tem com o chão e, por isso, devem estar em boas condições. Nunca viaje com os pneus "carecas". Os sulcos não devem ser inferiores a 1,6 milímetro, pois com menos do que isto, eles não garantem a aderência necessária, e aumentam os riscos de aquaplanagem . A multa para o uso de pneus "carecas" é de R$ 127,69 e há a perda de cinco pontos na CNH.

Calibragem: A calibragem correta é muito importante. Além de assegurar a durabilidade dos pneus, ainda economiza combustível. Cada libra a menos equivale a 2% a mais de combustível gasto. Se for levar muita bagagem, é recomendado acrescentar duas ou três libras a mais que o estipulado no manual. O estepe não deve ser esquecido. Recomenda-se calibrá-lo com três a quatro libras a mais que os pneus em uso.

Lâmpadas: Confira se o carro está com alguma lâmpada queimada e não deixe de regular o facho dos faróis, para não ofuscar os veículos que trafegam no sentido contrário. A multa para o condutor que circula com uma das lâmpadas queimadas, ou com defeito no sistema de iluminação, é de R$ 85,13 e a perda de quatro pontos na CNH.

Já transitar com o farol desregulado, de forma a perturbar a visão do motorista, é uma infração grave, e custa R$ 127,69 e o motorista perde cinco pontos.

Freios: Nem sempre o condutor percebe que o sistema de freios está perdendo a eficácia. Pastilhas, discos e tambor devem ser inspecionados e substituídos, se for o caso. A durabilidade é de cerca de dois anos. Se o fluido não estiver dentro da validade, a frenagem fica comprometida.

Palhetas: As palhetas devem estar em boas condições para não prejudicar a visibilidade em caso de chuva. Com no máximo dois anos de uso, as borrachas ressecam e perdem a eficiência. A falta das palhetas, ou o não uso delas em chuvas, pode ocasionar multa de R$ 127,69 e a perda de cinco pontos na CNH.

Cuidados nas estradas

Direção Defensiva

- Ao dirigir de forma defensiva, o motorista diminui as chances de se envolver em acidentes;

- Fique sempre atento e mantenha distância do carro à sua frente;

- Planeje o que fazer e sinalize todas as mudanças de pistas;

- Não freie bruscamente sem necessidade;

- Não faça ultrapassagens perigosas;

- Ultrapasse outros veículos somente pela esquerda.

Farol alto: Jamais use farol alto ao cruzar com outro veículo. O outro motorista pode perder temporariamente a visão e acabar provocando um acidente. A vista humana leva até sete segundos para se recuperar do efeito ofuscante da luz. Isso significa que, se você estiver a uma velocidade de 80km/h, percorrerá uma distância de 150 metros sem visão.

Se, por acaso, você cruzar com outro veículo que esteja com os faróis altos ligados, evite olhar diretamente para as luzes, concentre-se na pista à sua frente e oriente-se pelas faixas de sinalização da estrada.

Acostamento: Pare no acostamento apenas numa emergência. Sempre que puder, pare fora da rodovia, à margem da área pavimentada ou procure um posto. Muitos acidentes envolvem veículos estacionados no acostamento. Se não houver alternativa, sinalize adequadamente e saia do veículo. Proteja-se. Em caso de congestionamento, deixe essa faixa livre para o tráfego de veículos de serviço.

veja também