MENU

Flagras mostram que motoristas não usam faróis corretamente

Flagras mostram que motoristas não usam faróis corretamente

Atualizado: Segunda-feira, 11 Maio de 2009 as 12

Flagrantes da equipe de reportagem em ruas e estradas do Distrito Federal mostram como os motoristas brasileiros desconhecem as regras de trânsito e também se descuidam do sistema de iluminação dos veículos.

Moto sem iluminação, perua escolar com a luz de freio e lanterna queimadas foram alguns dos inúmeros casos flagrados. Em outro deles, o motorista entra na estrada à esquerda, mas sinaliza à direita. Outra barbeiragem: dois motoristas querem entrar na rodovia, mas não ligam a seta. Neste caso, estão sujeitos a multas por equipamentos inoperantes: R$ 127 e cinco pontos na carteira. Além disso, por estarem sem um dos faróis, os veículos podem ser recolhidos por trafegarem à noite.

Um motorista imprudente chega pelo acostamento, passa pelo sinal vermelho no meio da rodovia, avança alguns metros, faz o retorno com um farol esquerdo queimado e só uma lâmpada traseira. Somadas, as infrações poderiam resultar em até R$ 892 em multas e 19 pontos de penalidade na carteira de habilitação.

O chefe do setor de fiscalização do Detran, Silvaim Sampaio, analisou os flagrantes de imprudência e descaso com o sistema de iluminação dos veículos.

"Além de tudo, nesse cruzamento ele poderia ter atropelado um pedestre, ter colidido com o veículo que estava no acostamento. A pressa, muitas vezes, pode sair cara não só na questão da aplicação da infração de trânsito, como também no envolvimento de acidente de trânsito", alerta Silvaim Fonseca, do departamento de Fiscalização - DETRAN/DF.

Nas ruas de Brasília, falhas também nos ônibus. Um anda sem as luzes acesas. O outro só liga a seta. Já um motorista sai do terminal com as lâmpadas queimadas. O ônibus tem luz demais por causa do farol de milha. O carro ao lado tem luz de menos, farol desregulado.

"Farol de milha não é permitido usar dentro da cidade. Ele é utilizado em rodovias, vias desprovidas de iluminação para auxiliar a luz alta", explica Silvaim Sampaio.

A intensidade das luzes do veículo incomoda qualquer um à noite. Farol desregulado é falta grave, cinco pontos na carteira e multa de R$ 127.

Nem branca, nem amarela como determina o Código de Trânsito. É proibido usar luz azul. "Não sabia que era proibido. Tenho luz azul em outros carros e já passei por fiscalização, sem ser parado", diz o estudante Rodrigo Alves.

Desatentos ou mal informados, alguns motoristas não prestam atenção a algumas informações básicas. Para saber como usar os faróis, basta olhar o manual do veículo. Está tudo explicado. Luz alta em uma rua iluminada está errado. O descuido pode causar em quem olha pelo retrovisor ou vem em sentido contrário a sensação de não enxergar mais nada.

O motorista da autoescola fez quase tudo certo. Vinha com farol ligado. Ao parar, passou do farol para a lanterna e acendeu o pisca-alerta. Mas seria reprovado na prova do Detran. Estacionou em local proibido. Multa de R$ 85 para quem deveria dar o exemplo.

"O mais grave é que é um carro de treinamento. Ele não pode nem alegar desconhecimento da legislação", comenta Silvaim Sampaio.

Segundo a Federação Internacional de Automobilismo, os acidentes de trânsito já são a principal causa mundial de morte entre os jovens de dez a 24 anos de idade.

veja também