MENU

Foragido, Mizael Bispo deixará de receber aposentadoria mês que vem

Foragido, Mizael Bispo deixará de receber aposentadoria mês que vem

Atualizado: Sexta-feira, 17 Junho de 2011 as 8:34

Principal acusado do assassinato da advogada Mércia Nakashima, o ex-policial militar Mizael Bispo deixará de receber aposentadoria da corporação a partir de julho. Ele recebe um benefício no valor de R$ 2.500 por mês desde 2001 porque teria deformado a mão direita após receber um choque elétrico.

Em março, mês em que completou aniversário, Bispo deveria ter se apresentado pessoalmente ou enviado uma procuração pública ao Banco do Brasil para continuar recebendo o benefício. Segundo o promotor do caso, Rodrigo Merli, em vez disso, o pai do acusado levou uma procuração particular em uma agência do banco em Macaúbas, na Bahia, e o documento foi aceito.

- Ele tentou fraudar o recadastramento e pior, conseguiu. Ele fez um documento no computador, deu pro pai e ele foi lá. Não precisou aparecer no cartório, nem no banco.

O Ministério Público enviou um ofício ao banco, que foi obrigado a cancelar o cadastramento de Bispo. Como o prazo para que ele se apresentasse já passou, a partir de agora, ele só poderá receber a pensão caso se apresente pessoalmente na SPPrev (São Paulo Previdência).

- Não que a lei me autorize a penhorar essa verba, porque a aposentadoria é verba impenhorável. É um absurdo. Se não fosse necessário esse recadastramento, ele estaria recebendo até hoje.

O promotor defende que deveria haver uma mudança na lei que torne penhorável aposentadoria e salário de quem é foragido da Justiça.

Mizael Bispo e Evandro Bezerra da Silva, apontado como coautor do crime, estão foragidos desde 7 de dezembro, quando tiveram a prisão preventiva decretada.

Julgamento à revelia  

Bispo e Silva poderão ir à júri popular mesmo que ainda estejam foragidos. Essa decisão poderá ser dada pelo juiz no momento em que ele negar o pedido de anulação feito pela defesa. Caso o magistrado não faça isso, o promotor já disse que entrará com um pedido para que o julgamento aconteça com ou sem a presença dos réus.

- Basta que ele tenha ciência do processo, que ele já teve, porque já foi interrogado e já apresentou defesa. A gente pode julgar mesmo sem ele estar no plenário. 

O promotor Rodrigo Merli esteve na sede da Record na Barra Funda, zona oeste de São Paulo, na quinta-feira (16), e participou do programa Cartão de Visita, da Rádio Record, apresentado por Débora Santilli.

Procurado pela reportagem, o Banco do Brasil não havia se pronunciado sobre o assunto até a publicação desta matéria. O advogado de defesa de Bispo, Samir Haddad Junior, afirmou que seu cliente já não recebe mais aposentadoria, mas não soube dar mais detalhes sobre o caso e disse que cuidará apenas do processo criminal de seu cliente.

Relembre o caso

Mércia desapareceu no dia 23 de maio de 2010 depois de visitar a casa da avó, em Guarulhos, na Grande São Paulo. As últimas imagens dela em vida foram feitas pelo circuito interno do elevador do edifício da avó.

O corpo de Mércia foi encontrado no dia 11 de junho em uma represa de Nazaré Paulista, no interior de São Paulo. Ela foi reconhecida pelas roupas, sapatos e formato dos dedos. Um dia antes, o carro da advogada foi achado no mesmo local. 

O delegado que assumiu o caso, Antônio de Olim, começou a apurar o caso dias depois do desaparecimento. Mizael Bispo, ex-namorado de Mércia, foi convocado para depor em 28 de maio, mas só apareceu no dia 31 do mesmo mês.

Ele negou estar envolvido no desaparecimento de Mércia e alegou que o autor do crime poderia ser um cliente da advogada. As provas colhidas pela perícia embasaram o indiciamento dele.

Bezerra teve a prisão temporária decretada no dia 25 de junho e foi detido em Canindé do São Francisco, em Aracaju (SE).          

veja também