MENU

Força da água que arrastou jovem em SP é similar a de atropelamento

Força da água que arrastou jovem em SP é similar a de atropelamento

Atualizado: Segunda-feira, 21 Março de 2011 as 9:13

A força da água que arrastou uma jovem de 18 anos em Ferraz de Vasconcelos, na Grande São Paulo, na tarde da sexta-feira (18), foi equivalente a de um carro quando atropela alguém, segundo o engenheiro especialista em recursos hídricos Luiz Fernando Ussier. A vítima foi arrastada por cerca de 100 metros na Avenida Teixeira Bueno, no bairro Parque São Francisco. A via é bastante inclinada.

O comerciante filmava a enxurrada, causada pelo rompimento de uma tubulação na avenida, quando começou uma gritaria. A jovem Jéssica Nunes de Oliveira passou por baixo de três carros e só parou próximo a um cruzamento onde quase foi atropelada. Ela recebeu atendimento em um hospital e recebeu alta na noite de sexta. Ela perdeu três dentes. No sábado (19), ela voltou ao hospital por causa das dores. A jovem foi surpreendida pela força das águas enquanto ia a uma farmácia.

O engenheiro especialista em recursos hídricos Luiz Fernando Ussier disse que a Avenida Teixeira Bueno apresenta problemas de drenagem. “Toda a drenagem das ruas cai nessa avenida. Não verifiquei nenhuma boca de lobo. Isso faz com que aumente o volume de água escoando”, disse.   Avenidas inclinadas tornam-se armadilhas em dias de chuva, segundo ele. “A massa de água e a velocidade com se desloca venceram a resistência que o corpo dela oferecia”, afirmou.

Sobre a tubulação que rompeu, a Prefeitura de Ferraz de Vasconcelos disse que já aprovou um projeto para aumentar de 80 centímetros para 1,5 metro a seção de galeria pluvial. Disse também que vai construir mais bocas-de-lobos. Mas não informou o prazo para começar as obras.    

veja também