MENU

Friburgo confirma primeira morte por leptospirose após enchentes

Friburgo confirma primeira morte por leptospirose após enchentes

Atualizado: Segunda-feira, 7 Fevereiro de 2011 as 4:22

A prefeitura de Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio, confirmou nesta segunda-feira (7) a primeira morte por leptospirose, após as enchentes e deslizamentos que deixaram mais de 870 mortos, desde o dia 11 de janeiro.     A prefeitura não informou o nome nem a idade da vítima, mas afirmou que foi um homem e que ele morreu no domingo (6). De acordo com a prefeitura, Friburgo já tem 40 casos de leptostpirose confirmados.

A secretaria de Saúde de Teresópolis, também na Região Serrana, confirmou nesta segunda-feira cinco casos de leptospirose na cidade, desde a tragédia. Até o momento, segundo a secretaria, há 170 notificações de casos suspeitos da doença. Todos os possíveis infectados realizam tratamento domiciliar, segundo a secretaria.

Para evitar uma epidemia dessa e de outras doenças, a prefeitura de Teresópolis realiza uma campanha de orientação sobre medidas preventivas. No caso da leptospirose, os principais sintomas são febre alta, náuseas, dores musculares e de cabeça. A secretária de Saúde do município, Solange Cirico, aconselha a todos que apresentarem os sintomas a ir à unidade de saúde mais próxima.     Pacientes passam bem

Com o aumento dos casos suspeitos de leptospirose, equipes de agentes de saúde foram reforçadas. O trabalho de prevenção inclui o controle de ratos e o trabalho de orientação dos moradores

De acordo com a prefeitura de Friburgo, todos os doentes já foram medicados, passam bem e não estão internados.

Menos médicos

A secretária municipal de Saúde de Nova Friburgo, Jamila Calil, não descarta a possibilidade de surto da doença na cidade. Segundo ela, há menos médicos atendendo a população nos hospitais da cidade. Alguns pediram demissão depois das chuvas por causa da dificuldade de acesso, outros perderam suas casas.

Sobre a falta de médicos, no entanto, o órgão afirma que o problema já está controlado.    

veja também