MENU

Funcionária acusa patrão de tortura e cárcere privado

Funcionária acusa patrão de tortura e cárcere privado

Atualizado: Segunda-feira, 7 Dezembro de 2009 as 12

A polícia de Minas Gerais prendeu três suspeitos de tortura e cárcere privado de uma mulher no centro da capital Belo Horizonte. Funcionária de um bar, ela diz que foi presa na cozinha pelo dono do estabelecimento no último sábado (5). Ela também o acusa de ter batido nela e de tê-la obrigado a comer alimentos envenenados.

De acordo com a mulher, o homem não gostou quando ela disse que ia embora para São Paulo. Suposto traficante de drogas, o dono do bar a prendeu por mais de um dia e, para tanto, contou com a ajuda de outras duas pessoas.

A polícia, que está investigando o caso, encontrou uma arma no local. Os três são suspeitos do crime de tortura e cárcere privado.

veja também