MENU

Funcionário ateia fogo em patrão após discussão no Distrito Federal

Funcionário ateia fogo em patrão após discussão no Distrito Federal

Atualizado: Quinta-feira, 20 Outubro de 2011 as 3:44

Um desentendimento entre patrão e empregado resultou em tentativa de homicídio em uma clínica veterinária em São Sebastião, cidade a cerca de 26 quilômetros de Brasília, nesta quinta-feira (20). De acordo com a polícia, o agressor, de 29 anos, teria jogado gasolina no corpo do médico veterinário, de 32 anos, e ateado fogo em seguida.

O delegado da 30ª Delegacia de Polícia, em São Sebastião, Fernando Fernandes, disse que a vítima teve o corpo completamente queimado. Em uma discussão, o empregado pegou um galão de gasolina e jogou o líquido na vitima. Fernandes disse que o veterinário teria intimidado o funcionário ao pegar o fogo, dizendo que duvidava que ele teria coragem de atear fogo.

“O veterinário pegou o fósforo e mandou o homem atear fogo se ele tivesse coragem. O empregado fez o que o médico disse, sem pensar duas vezes. Os demais funcionários da clínica socorreram o patrão”, disse o delegado. A vítima foi encaminhada a um hospital particular em Brasília, onde será submetida à cirurgia.

Segundo o delegado, a briga entre os homens teria começado na última sexta-feira (14), quando o patrão, em uma suposta brincadeira, jogou álcool no empregado. “Com a brincadeira, ele teria lesionado o braço e o peito do autor do crime”, explicou o delegado.

O agressor foi preso em flagrante por tentativa de homicídio qualificado. Segundo Fernandes, a pena para o crime é de 8 a 15 anos de reclusão. Ele foi encaminhado para a 30ª Delegacia de Polícia, onde foi feito o flagrante, e em seguida irá para a carceragem do Departamento de Polícia Especializada (DPE).      

veja também