MENU

Funcionários da Transpetro removem areia suja de óleo em praia do RS

Funcionários da Transpetro removem areia suja de óleo

Atualizado: Sexta-feira, 27 Janeiro de 2012 as 1:13

 Funcionários da Transpetro trabalharam durante toda a madrugada para remover a areia suja de óleo na praia de Tramandaí, devido ao vazamento de petróleo ocorrido nesta quinta-feira (26) na cidade do Litoral Norte do Rio Grande do Sul. A operação contou com 130 funcionários da empresa, braço de logística da Petrobras. Mesmo sem a camada de óleo sobre a areia, a localidade entre a barra do Rio Tramandaí e a plataforma de pesca segue isolada.


Além da limpeza, a Transpetro instalou barreiras para evitar que mancha se alastre. As medidas tomadas pela empresa são previstas em um plano de emergência que consta no licenciamento do transporte de petróleo.
Segundo o Ibama, a mancha de petróleo na areia era de cinco quilômetros de extensão na quinta. Na água, a área atingida pelo do óleo chegava a três quilômetros.

A Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam), órgão da Secretaria do Meio Ambiente do estado, ainda fará uma avaliação das condições de balneabilidade no local. O Ibama calcula que boa parte do óleo já tenha chegado à orla. Representantes da entidade sobrevoariam a região pela segunda vez na manhã desta sexta-feira (27).


O coordenador das Emergências Ambientais do Ibama, João Antônio Raposo Pereira, está na cidade gaúcha desde a noite de quinta-feira (26) para participar da elaboração do laudo técnico do impacto ambiental.
Não há previsão para que a avaliação seja concluída. O documento compreende dados sobre a fauna, a saúde humana e a biodiversidade da região. Segundo a entidade, estas informações definirão se a Petrobrás será multada pelo vazamento. Caso isto ocorra, o valor será arrecadado pela União, e deve ser usado para a recuperação do local.

veja também