MENU

Funcionários de creche suspeitos de dopar crianças prestam depoimento

Funcionários de creche suspeitos de dopar crianças prestam depoimento

Atualizado: Terça-feira, 12 Abril de 2011 as 11:38

A Polícia Civil de São Manuel, a 259 km de São Paulo, começou a ouvir na manhã desta terça-feira (12) os depoimentos dos funcionários de uma creche na cidade onde há suspeita de que três crianças foram dopadas para dormir. Nesta sexta-feira (8), as três crianças, com idades entre 2 e 3 anos, foram entregues aos pais desacordadas. As famílias desconfiaram e levaram as crianças para o hospital.

A médica que as atendeu no hospital da cidade também foi chamada para prestar depoimento. As crianças passaram por exames de urina, que não detectaram a ingestão de nenhuma substância. Entretanto, exames clínicos apontaram que algo estava errado – elas não conseguiam ficar de pé ou abrir os olhos.

“Se soltasse ele caía, não agüentava o corpo. Com certeza tem um calmante ou algum outro tipo de medicamento que deram para ele”, contou o metalúrgico Gerônimo Ângelo, pai de Igor, de 3 anos.     As três famílias moram no bairro Santa Mônica, no distrito de Aparecida. As crianças são atendidas junto com outras 44 na creche, a única do bairro. As três que teriam sido dopadas passaram o fim de semana fracas e só voltaram ao normal no domingo (10).

A diretora da escola informou que, por enquanto, nenhuma providência será tomada já que não há provas de que algo errado tenha acontecido dentro da creche. Segundo ela, as crianças ficam o dia todo com monitores, que não estão autorizados a dar medicamentos sem autorização dos pais.      

veja também