MENU

Fundação Casa apura princípio de rebelião que deixou feridos

Fundação Casa apura princípio de rebelião que deixou feridos

Atualizado: Quarta-feira, 26 Janeiro de 2011 as 12:51

A Corregedoria da Fundação Casa (antiga Febem) informou nesta quarta-feira (26) que abriu sindicância para apurar o tumulto ocorrido na noite de segunda-feira na unidade Ouro Verde, em Ribeirão Preto, a 313 km de São Paulo. Internos e funcionários ficaram feridos.

  A confusão começou após um grupo de cinco adolescentes discutir com funcionários. Outros 34 jovens se juntaram aos amotinados e depredaram a unidade. Os adolescentes quebraram cadeiras e mesas e usaram os pedaços dos móveis para agredir os funcionários. A confusão foi controlada pelo o Grupo de Intervenção da Fundação Casa.

O número de vítimas, porém, diverge conforme a fonte. Segundo a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), 51 pessoas se machucaram, sendo sete internos com ferimentos mais graves. Outros 40 adolescentes e quatro funcionários também sofreram escoriações. De acordo com a assessoria de imprensa da Fundação Casa, no entanto, o número de feridos não passa de 11: oito internos e três funcionários.

Segundo a Fundação Casa, o caso está sendo apurado como ato indisciplinar. A conduta dos adolescentes será julgada pelo Comitê de Avaliação Disciplinar (CAD). Eles podem receber punições que variam de proibição de participar de atividades externas até redução do horário de visitas.

Os internos e funcionários envolvidos na confusão continuam na Fundação Casa, exceto um funcionário que torceu o pé e terá de ficar uma semana afastado. De acordo com a fundação, a unidade Ouro Verde abriga 86 internos.    

veja também