MENU

Furacão Irene chega a NY após matar nove e deixar 3 mi sem energia

Furacão Irene chega a NY após matar nove e deixar 3 mi sem energia

Atualizado: Domingo, 28 Agosto de 2011 as 9:13

  O furacão Irene já atinge a cidade de Nova York na manhã deste domingo, após deixar nove mortos e mais de três milhões de pessoas sem energia elétrica, informa a emissora CNN. Embora ainda cause transtornos, a tempestade chegou à cidade mais enfraquecida do que o previsto. A principal preocupação no momento é o potencial de alagamentos das chuvas que devem continuar ao menos pelas próximas 12 horas e a possibilidade de formação de tornados.

Veja ao vivo imagens do tempo nos EUA

Está nos EUA? Envie seu relato ou imagem sobre o furacão

Veja fotos dos preparativos para a chegada do Irene

Veja imagens do furacão Irene

Voos entre o Brasil e os EUA são cancelados

Em seu último boletim, o Centro Nacional de Furacões (NHC, na sigla em inglês), alertou que os "níveis de água estão subindo rapidamente conforme o centro do Irene avança". Já na noite de sábado (27), o prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, disse que o risco de alagamentos deve aumentar durante a tarde deste domingo.

A chegada do Irene levou o presidente dos EUA, Barack Obama, a declarar estado de emergência em toda a costa leste do país, orientando os serviços de resgate e emergência a prestar socorro nas áreas mais afetadas.

Na região, as cidades de Boston, Nova York, Filadélfia e Nova Jersey continuam em esquema emergencial, com os transportes públicos interrompidos e aeroportos fechados. Muitos bairros lidam com quedas de energia e pontos de alagamento isolados.

Obama assinou nas últimas horas uma série de ordens a respeito, uma para cada Estado afetado, desde Virgínia até Massachusetts, passando por Maryland, Nova Jersey, Nova York, Connecticut e Rhode Island, informou a Casa Branca em comunicado.

As medidas autorizam que o Departamento de Segurança Interna e a Agência para a Gestão de Emergências (Fema) coordenem as operações emergenciais na região.

"O furacão se encontra finalmente sobre nós", disse o prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, em uma ainda na noite de sábado. "Não saiam às ruas, fiquem em suas casas ou nos refúgios", completou.

RETIRADA

Na noite de sábado (27), Bloomberg alertou que o momento de retirada das pessoas "já passou", e agora elas devem sair das ruas e permanecerem em lugares seguros.

O prefeito de Nova York disse que foram tomadas nos últimos dias medidas "exaustivas" para se preparar para "o que for". Assim, o prefeito fez de novo uma advertência aos nova-iorquinos que não seguiram as advertências das autoridades. "Deveriam ter ido embora antes, mas se não o fizeram, nosso conselho é que permaneçam onde estão", disse.

Bloomberg aconselhou a população a não sair à rua, permanecer no interior de suas casas e longe das janelas, encher as banheiras de água caso haja cortes de provisão, preparar-se para possíveis blecautes de luz e "dormir bem esta noite".    

veja também