MENU

Gabeira diz que Marta ainda lhe pedirá desculpas por declarações sobre sequestro

Gabeira diz que Marta ainda lhe pedirá desculpas por declarações sobre sequestro

Atualizado: Segunda-feira, 17 Maio de 2010 as 12:28

O pré-candidato do PV ao governo do Rio de Janeiro, Fernando Gabeira, afirmou nesta segunda-feira que a ex-prefeita e pré-candidata ao Senado por São Paulo Marta Suplicy (PT) ainda lhe pedirá desculpas sobre as declarações sobre o sequestro do embaixador norte-americano Charles Elbrick, em 1969, durante a ditadura.

''Daqui a alguns anos a Marta vai me pedir desculpas e eu certamente vou aceitar'', disse Gabeira em sua página no Facebook.

Marta disse ontem em encontro com militantes petistas na zona leste paulistana que a mídia tem dois pesos e duas medidas ao tratar do passado guerrilheiro de Dilma Rousseff (PT). Para a ex-prefeita, Gabeira teve atuação mais efetiva contra a ditadura no sequestro do embaixador, mas não é cobrado porque fechou aliança com o PSDB. O embaixador foi solto em troca de reféns.

''Vocês notaram, Aloizio [Mercadante], que do Gabeira ninguém fala? Esse sim sequestrou. Eu não estou desrespeitando ele, ao contrário, mas ele sequestrou. Ele era o escolhido para matar o embaixador. Ninguém fala porque o Gabeira é candidato ao governo do Rio e se aliou com o PSDB. Então, ninguém fala.'' A declaração foi divulgada pela Agência Estado.

No Rio, Gabeira disse que iria ignorar essa acusação porque ''já faz muitos anos que ignoro as coisas que a Marta diz''. Ele afirmou que ''não é verdade'' que tenha sido escalado para matar Elbrick. ''Tenho uma visão bastante clara do sequestro. Hoje o condeno como forma de luta.''

veja também