Gafes como a de Gisele pegam mal para artistas

Gafes como a de Gisele pegam mal para artistas

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:55

A top brasileira Gisele Bündchen recebeu um célebre “cala a boca” de um jornal americano por ter proferido algumas frases indevidas.

Segundo o New York Post, uma das principais gafes da modelo foi ela ter dito que não usava protetor solar por razões para lá de bizarras.

- Eu não posso colocar esse veneno na minha pele. Eu não uso nada sintético.

Por aqui declarações infelizes de famosos povoam as páginas das revistas e jornais e são um prato cheio para colunistas de celebridades.

Algumas são verdadeiras agressões ao idioma, como as inesquecíveis proferidas pela dançarina Carla Perez, quando disparou um “i de iscola”, num programa de televisão, ou a grande lista de foras da apresentadora Luciana Gimenez, que até já viraram sua marca registrada.

A morena soltou, entre outras, frases do tipo: "Vocês usam instintores de incêndio?” ou "Esse xampu tem PhD balanceado”, ou ainda “Não sou paga para pensar”.

Em alguns casos, as pérolas proferidas indevidamente podem demonstram preconceito e levar a represálias, como a declaração da cantora Gal Costa em seu Twitter, afirmando que os baianos são preguiçosos.

Ou ainda pura ingenuidade ou jogada de marketing, como o caso da ex-estudante Geisy Arruda, que teria anunciado uma falsa gravidez também no Twitter.

Tudo isso pode prejudicar muito a imagem de uma celebridade, que afinal, vive exatamente disso. Para Roberto Rodrigues, empresário e assessor de imprensa de artistas, uma frase dita em hora inoportuna ou até mesmo escrita através do Twitter pode, e muito, prejudicar a imagem de um artista, porque a interpretação poderá ser feita de diversas formas.

- O ideal é que os artistas façam um treinamento especializado (midia training) de como se posicionar em relação a entrevistas. Muitos artistas querem mostrar espontaneidade em suas respostas e isso pode ser extremamente prejudicial e, muitas vezes, além de denegrir, pode encerrar definitivamente uma carreira.

Já a colunista de TV do jornal Diário do Grande ABC, Angélica Nicoletti, defende que esse tipo de declaração equivocada dos artistas tanto pode ajudá-los por meio de uma mídia espontânea, já que todos passam a falar dele, como também pode repercutir negativamente.

- Essas coisas acabam repercutindo, gerando mais espaço na mídia para eles. Mas, dependendo da declaração, pode prejudicar a sua imagem a longo prazo, o que, em casos mais graves, pode até fazer o artista perder patrocínio, já que as marcas se preocupam muito com a imagem de quem está divulgando os seus produtos.

Por isso, um “cala a boca” pode arranhar não só a imagem, como também o bolso dos artistas que falam demais por aí.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições