MENU

Gasolina tem o maior impacto no IPCA-15 de maio

Gasolina tem o maior impacto no IPCA-15 de maio

Atualizado: Sexta-feira, 20 Maio de 2011 as 11:05

RIO - Embora o grupo transportes tenha ajudado a desacelerar o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15), que saiu de uma alta de 0,77% em abril para 0,70% em maio, a gasolina ainda foi o item de maior impacto na inflação no mês, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O preço do litro do etanol desacelerou significativamente, registrando variação de apenas 0,01% em maio, contra uma alta de 16,40% em abril. Mas o litro da gasolina, que havia aumentado 4,28% em abril, subiu ainda mais em maio, 5,30%. O item foi responsável por 0,21 ponto porcentual de impacto na inflação do mês, o maior do mês, representando 30% do IPCA-15 de maio. Com o resultado, a alta da gasolina chegou a 11,82% no ano, influenciada pelo etanol, que acumula alta de 30,70%.

O grupo transporte saiu de uma alta de 1,45% em abril para 0,93% em maio. Desaceleraram as tarifas dos ônibus urbanos, passando de 0,62% em abril para 0,14% em maio. Também contribuíram para um aumento menor da inflação do grupo as tarifas dos ônibus intermunicipais (de 0,87% em abril para 0,10% em maio), interestaduais (de -1,36% para -0,60%) e aéreas (de -9,39% para -11,54%).

veja também