MENU

GCM vai fiscalizar e multar quem joga lixo nas ruas de SP

GCM vai fiscalizar e multar quem joga lixo nas ruas de SP

Atualizado: Terça-feira, 24 Maio de 2011 as 1:13

A Guarda Civil Metropolitana vai ter uma nova função: fiscalizar e multar quem joga lixo na rua. A Prefeitura de São Paulo tem hoje 700 fiscais que estão de olho no lixo e quer aumentar essa fiscalização com a ajuda dos guardas-civis.

A cidade de São Paulo gera 17 mil toneladas por dia de lixo. O foco da nova função da GCM é tentar encontrar as pessoas que jogam o lixo indiscriminadamente na rua, alertar os moradores que colocam o lixo na hora errada para a coleta e também os grandes produtores de lixo – comerciantes que devem contratar uma empresa particular para a coleta.

Na Rua Frei Caneca, região central de São Paulo, a passagem fica mais estreita com o lixo espalhado bem no meio da calçada. Em outro ponto da cidade, no Brás, o mesmo cenário. O pedestre precisa andar pela rua por causa do lixo acumulado.

Todo esse lixo deixado nas ruas é um dos principais problemas enfrentados na capital paulista. Na época de chuva, sacos são arrastados pela água, entopem bueiros e causam enchentes.

A Prefeitura quer aumentar a fiscalização com a ajuda da GCM, que tem hoje cerca de 7 mil homens. “Os guardas vão ajudar a secretaria de Serviços e as subprefeituras no trabalho de fiscalização da coleta de lixo, e em relação principalmente também à orientação das pessoas”, disse o prefeito Gilberto Kassab.

“O objetivo da Prefeitura de São Paulo é corrigir e reforçar a fiscalização do descarte irregular lixo irregular na cidade. A multa para o comerciante, para os prédios comerciais que não contratam coleta particular é de R$ 1mil, e para aqueles que fazem o descarte de entulho, material de construção, os pontos viciados, é de R$ 12 mil, além da apreensão do carro que estiver junto”, explicou o secretário de Serviços, Dráusio Barreto.

De acordo com o secretário, o alvo da ação não são as donas de casa, que devem ser apenas orientadas. “A Guarda Civil continuará cuidando do que é sua tarefa e vamos usar nas áreas prioritárias o auxílio da guarda nessa fiscalização”, afirmou.        

veja também