MENU

Gestantes sofrem com a falta de estrutura em hospital público no PR

Gestantes sofrem com a falta de estrutura em hospital público no PR

Atualizado: Quinta-feira, 31 Março de 2011 as 12:08

O Hospital Universitário de Cascavel sofre com excesso de pacientes, falta de espaço e leitos. Em um dos setores que atende grávidas as mulheres têm que dividir a maca com o filho recém-nascido, por falta de berços. Para os familiares das gestantes conhecerem as crianças, as mães têm que ir caminhando, a poucas horas de terem dado à luz, até o corredor.

Os funcionários do HU reclamam das precárias condições de trabalho e dois médicos pediram demissão. De acordo com o diretor clínico do hospital, Vilson Dalmina, assim que os contratos forem encerrados formalmente outra equipe será contratada. “Eles [os médicos] pedindo afastamento imediatamente alguém vai fazer o plantão deles. É óbvio que a gente só vai regulamentar essa questão administrativa a posteriori”, disse.

Segundo a Regional Estadual de Saúde, o hospital tem como resolver o problema da falta de vagas na maternidade. E sugeriram que as cirurgias eletivas (que estão agendadas) sejam adiadas e os que os leitos sejam abertos para mães e recém-nascidos.      

veja também