Globo manda atores ao Festival de Curitiba para "aprender"

Globo manda atores ao Festival de Curitiba para "aprender"

Atualizado: Terça-feira, 30 Março de 2010 as 12

A presença de globais no Festival de Curitiba é garantia de público, o que acaba determinando algumas inclusões da mostra oficial do evento, que este ano reuniu 28 montagens.

Não é mera coincidência, "A Loba de Ray-Ban", com Christiane Torloni, por exemplo, lotou o teatro Positivo (2.400 lugares), mas a peça de Bia Lessa, "Formas Breves", no mesmo espaço e sem famosos, não conseguiu nem meia casa.

Também foi sucesso de público a peça "Farsa da Boa Preguiça", ainda no Positivo, que tinha Bianca Byington no elenco.

A atriz se apresentou numa cadeira de rodas porque havia ferido o pé direito durante a apresentação de outro espetáculo, "Saltimbancos".

O elenco e a própria atriz, de qualquer forma, souberam tirar proveito da situação, emendando uma piada atrás da outra sobre as impossibilidade de locomoção da intérprete.

Nos bastidores, também houve burburinho por conta da passagem de um time de jovens globais pelas plateias de uma ou outra montagem.

Sidney Sampaio, Gustavo Leão, Sophie Charlotte, Monique Alfradique, Camila Rodrigues e Bianca Comparato, entre outros, foram enviados pela própria Globo à Curitiba, para uma espécie de maratona teatral que lhes servisse como aprendizado.

Todo mundo comentava, o grupo também foi visto em bares frequentados pela turma do teatro.

Por: Gustavo Fioratti

veja também