MENU

Golpista é preso ao se passar por funcionário da Escelsa prometendo empregos

Golpista é preso ao se passar por funcionário da Escelsa prometendo empregos

Atualizado: Sexta-feira, 4 Junho de 2010 as 11:36

A Polícia Civil prendeu na noite desta terça-feira (02) um estelionatário que se passava por funcionário da Escelsa - EDP para aplicar golpes. O jovem Mailson Machado, de 21 anos, já foi estagiário na empresa e foi preso em Manguinhos, Serra.

De acordo com informações das investigações policiais, Mailson Machado usava nome e documentos falsos, além de carimbos da empresa de energia. Ele teria causado um prejuízo de aproximadamente R$ 20 mil na região de Manguinhos e Jacaraípe, no mesmo município.

O jovem prometia empregos para as vítimas. As vagas seriam para auxiliar de rede elétrica e trabalho em uma pousada em Jardim Caburi, Vitória. Cinco pessoas foram enganadas. Duas são de São Mateus, uma de Timbuí e as demais da Grande Vitória.

As vítimas chegaram a ser hospedadas em um Hotel em Serra Sede, onde permaneceram 25 dias. De lá, elas foram transferidas para uma pousada em Manguinhos no mesmo município, onde aguardavam o emprego. A pousada estimou um prejuízo de R$ 9 mil.

O golpe foi descoberto quando uma das vítimas recebeu uma ordem de pagamento, com uma falsa logo da Escelsa, e se dirigiu até o banco para descontar o valor. Na agência, ela descobriu a falsidade do documento.

Segundo o titular do Distrito Policial de Jacaraípe, Izaias Tadeu, cinco vítimas do golpista já foram identificadas. Todas elas prestaram depoimento nesta quarta-feira (02) na delegacia de Jacaraípe, Serra.

A posição da Escelsa junto à imprensa é de que todas as informações sobre o golpe sejam apuradas diretamente com a polícia. A empresa não irá se pronunciar sobre o assunto.   (Com informações de Déborah Hemerly)

Postado por: Cristiano Bitencourt

veja também