Governador de SP promete 'multar alto' após apagão

Governador de SP promete 'multar alto' após apagão

Atualizado: Sábado, 30 Julho de 2011 as 8:19

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), prometeu nesta sexta-feira (29) tomar providências em relação ao apagão que atingiu bairros das zonas Oeste e Sul da capital paulista nesta quinta-feira (28) e deixou 700 clientes sem luz. "Não é possível São Paulo, a quarta maior metrópole do mundo, ficar horas e horas sem energia elétrica", afirmou ele, em Marília, no interior paulista.

Alckmin disse que acionou o secretário de Energia, José Aníbal, e a Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arcesp) para que tomem ações e esclareçam de quem foi a responsabilidade pelo apagão, o que ocorreu e quais medidas foram adotadas para restabelecer a energia.

O governador disse que seu "governo vem agindo firmemente no sentido de, primeiro, exigir investimentos das prestadoras de serviço tanto na distribuição quanto na transmissão". "Estamos exercendo rigorosa fiscalização e vamos multar alto", afirmou.

"Todo o setor de energia elétrica é concessionado. O poder concedente é o governo federal. Nós temos uma delegação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para exercer o papel fiscalizador, que também é da agência federal. Vamos usar desse instrumento para apertar, seja a distribuidora ou a transmissora, para poder ter serviço de qualidade em São Paulo", disse o governador.

Alckmin destacou que todos os cidadãos e consumidores que tiveram prejuízos em decorrência do apagão devem pedir ressarcimento e, em caso de dificuldade, procurar a Fundação Procon.

fonte: G1

veja também