MENU

Governo anuncia liberação de FGTS para vítimas de enchentes em PE e AL

Governo anuncia liberação de FGTS para vítimas de enchentes em PE e AL

Atualizado: Terça-feira, 22 Junho de 2010 as 8:06

Assim como foi feito com os Estados de Santa Catariana e do Rio de Janeiro, que tiveram municípios atingidos por enchentes neste ano, o governo vai liberar o saque do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) para as vítimas das inundações em Pernambuco e em Alagoas.

O anúncio foi feito nesta segunda-feira pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, durante a 4ª Conferência Nacional das Cidades, em Brasília. ''Vamos fazer com a mesma rapidez que fizemos para Santa Catarina e para o Rio de Janeiro, inclusive liberar o Fundo de Garantia daqueles que tiverem o direito e tenham sido atingidos pelas enchentes'', disse Lula.

O presidente ainda pediu um minuto de silêncio em homenagem às vítimas nos dois Estados. Lula disse que conversou no domingo (20) com os governadores de Pernambuco e Alagoas para obter mais informações sobre os estragos causados pelas chuvas.

''Temos que esperar a água baixar para fazermos o levantamento [das vítimas]. Estamos mandando para lá um hospital da Força Aérea Brasileira para atender, sobretudo em Palmares [PE], onde o hospital ficou totalmente alagado'', disse Lula.

O presidente deve se reunir ainda nesta segunda com os governadores Teotonio Vilela Filho (PSDB), de Alagoas, e Eduardo Campos (PSB), de Pernambuco, para discutir a liberação emergencial de ''[recursos]'': para os dois Estados.

Vilela Filho disse que entregaria ao presidente o decreto de estado de calamidade pública em 15 municípios do Estado, além de fotos tiradas durante um sobrevoo feito nas cidades mais atingidas pelas chuvas. O objetivo é sensibilizar Lula.

Vítimas

Alagoas é o Estado mais afetado, com o registro de 19 mortes e quase 60 mil pessoas tendo que deixar suas casas. Além disso, as chuvas causaram danos ao sistema de abastecimento de água de pelo menos oito cidades, sendo que três estão com o fornecimento totalmente interrompido. São elas: Palmeira dos Índios, Capela e Jacuípe.

Já em Pernambuco, a Defesa Civil aponta 12 mortes e mais de 40 mil pessoas fora de casa, sendo 24.331 desalojados --estão em casas de amigos e parentes-- e 17.779 pessoas estão desabrigadas, ou seja, dependem de abrigos públicos. Ao todo, 53 municípios foram atingidos, com destaque para as cidades de Palmares e Barreiros.

veja também