MENU

Governo Central economiza em agosto R$ 4 bilhões para honrar compromissos financeiros

Governo Central economiza em agosto R$ 4 bilhões para honrar compromissos financeiros

Atualizado: Terça-feira, 28 Setembro de 2010 as 11:22

O Governo Central (Previdência Social, Banco Central e Tesouro Nacional) registrou superávit primário (economia para honrar compromissos financeiros) de R$ 4 bilhões em agosto. O resultado é superior ao registrado em julho, de R$ 842,5 milhões. Em comparação com agosto de 2009, o superávit no mês passado foi superior em R$ 617,7 milhões. Os dados foram divulgados hoje (28) pelo Tesouro Nacional. No acumulado de janeiro a agosto houve superávit de R$ 29,7 bilhões, resultado que superou em R$ 6,3 bilhões o apurado no mesmo período do ano passado. O valor equivale a 1,29% do Produto Interno Bruto (PIB) e é 0,13 ponto percentual maior do que o resultado obtido de janeiro a agosto do ano passado.

Os investimentos totais cresceram 62% em 2010 em comparação com 2009, um incremento de R$ 10,7 bilhões. No âmbito do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) houve um aumento de R$ 4,2 bilhões (53,9%).

Houve incremento de R$ 58,4 bilhões (16,3%) nas receitas brutas do Tesouro Nacional até agosto. Contribuiu para o aumento das receitas o crescimento do volume de vendas, com o reaquecimento da economia, que permitiu um incremento de arrecadação de R$ 16,3 bilhões (22,6%) na Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) e de R$ 3,6 bilhões (18,4%) no PIS-Pasep.

Do lado das despesas, um dos destaques é o aumento de gastos com pessoas e encargos sociais, que atingiram a cifra de R$ 106,883 bilhões, R$ 8,9 bilhões a mais do que em 2009. Os recursos, segundo o Tesouro Nacional, foram utilizados na reestruturação de carreiras e no pagamento de passivos judiciais e administrativos do Legislativo e do Ministério Público da União.

veja também