MENU

Governo de São Paulo troca o comando da Rota

Governo de São Paulo troca o comando da Rota

Atualizado: Quinta-feira, 27 Setembro de 2012 as 7:33

Medida ocorre 15 dias após ação da tropa de elite da Polícia Militar de São Paulo deixar 9 mortos no interior do Estado. Tenente-coronel Nivaldo César Restivo assume a corporação

O governo do Estado de São Paulo anunciou que o tenente-coronel Nivaldo César Restivo será o novo comandante das Rondas Ostensivas Tobias Aguiar (Rota). Restivo, que era comandante do 4º Batalhão do Choque, troca de cargo com o tenente-coronel Salvador Modesto Madia, que esteve por 10 meses à frente da Rota, e agora assume o 4º Batalhão. A medida foi publicada nesta quarta-feira (26) no Diário Oficial do Estado.

A troca no comando da tropa de elite da Polícia Militar (PM) paulista ocorre 15 dias após um ação  da Rota em uma chácara em Várzea Paulista, região de Jundiaí, que terminou com nove mortos e cinco detidos. O caso gerou críticas e voltou a levantar o debate sobre a alta letalidade da corporação.

O anúncio também ocorre um dia após a divulgação das estatísticas criminais do Estado, que mostram aumento no casos de homicídios e latrocínios em São Paulo neste ano.

Nivaldo César Restivo tem 46 anos, 30 deles dedicados à polícia. Com passagens pela Rota e COE (Comando de Operações Especiais), já trabalhou na assessoria policial militar da Secretaria de Segurança Pública. .

Madia já trabalhou na Rota quando era tenente, entre os anos de 1986 a 1988 e, depois, entre 1991 a 1993, e foi empossado como comandante da Rota em novembro do ano passado em substituição o coronel Paulo Telhada, hoje candidato a vereador na capital paulista.

 


Guiame

veja também