MENU

Governo do RJ promete entregar novo Maracanã até dezembro de 2012

Governo do RJ promete entregar novo Maracanã até dezembro de 2012

Atualizado: Terça-feira, 17 Maio de 2011 as 1:36

Representantes do governo do estado do Rio de Janeiro apresentaram na manhã desta terça-feira (17) aos técnicos e ministros do Tribunal de Contas da União (TCU) e da Controladoria Geral da União (CGU) o projeto executivo de reforma e adequação do Maracanã para a Copa do Mundo de 2014. Segundo os dados do governo do estado, as obras do novo Maracanã devem ser concluídas em dezembro de 2012.

A apresentação foi feita pelo presidente da Empresa de Obras Públicas do Estado do Rio de Janeiro, Ícaro Moreno.

A partir do protocolo do projeto, que será feito nesta terça no TCU, os técnicos do tribunal terão um prazo de até 45 dias para analisar o material. De acordo com o relator do TCU para projetos da Copa, ministro Valmir Campelo, só depois de a análise do projeto ser feita pelos técnicos é que a proposta será levada para votação em plenário. O prazo de análise, contudo, poderá ser alterado.

  “É um projeto complexo, com mais de duas mil tabelas. Têm as exigências da Fifa que ainda podem ser mudadas, em função disso estamos tendo a flexibilidade máxima que o TCU pode dar. Queremos ter a certeza do que está sendo feito”, afirmou o ministro.   O projeto da nova arena do Maracanã foi o primeiro das doze cidades-sedes da Copa a ser entregue para análise do TCU. O custo estimado da obra é de R$ 956.787.720,00, mas o valor pode ser alterado de acordo com as exigências da Fifa.

“Temos uma expectativa de custos que é flexível. Existe um financiamento para as cidades com recursos do BNDES, que só será liberado se estiver de acordo com as exigências. Se vai haver problemas financeiros ou nas contas do governo não compete ao TCU neste momento”, afirmou o ministro relator.

Ao menos até o dia 30 de maio, a Fifa ainda pode fazer modificações no projeto. Mesmo assim, o vice-governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, disse que o valor do estádio não deve ultrapassar R$ 1 milhão.

“O Maracanã vai ser o melhor e mais modernos estádio do mundo. Teremos uma arena para a Copa do Mundo e as Olimpíadas. Não vai passar [de R$ 1 bilhão]. A gente ainda vai lutar para baixar um pouco”, afirmou o vice-governador.

Obras

As obras do estádio já estão em andamento. Segundo o governo do estado, cerca de 90% da parte interna, que inclui banheiros, arquibancadas e vestiários já foram demolidas. As fundações para a construção das novas arquibancadas e rampas de acessos já começaram a ser feitas. O novo estádio prevê arquibancadas com inclinação maior e maior visibilidade para os 78.639 assentos.

O projeto também prevê a criação de quatro novos conjuntos de rampas para facilitar a evacuação do público. Ao todo, serão 75 mil assentos cobertos. A cobertura do estádio também será refeita. Haverá 231 banheiros e 60 bares. Também estão previstas a criação de 10.500 novas vagas de estacionamento, em uma área de 4 quilômetros ao redor do estádio.

“A apresentação foi excelente e os projetos também. Agora vamos nos debruçar sobre os projetos técnicos para ver se eles contemplam o que a lei determina. O TCU não quer ser problema. O TCU tem o entendimento que este é um evento da maior importância para o nosso país”, afirmou o relator do projeto.          

veja também