MENU

Governo instala salas de emergência em cidades pequenas do Rio

Governo instala salas de emergência em cidades pequenas do Rio

Atualizado: Sábado, 10 Setembro de 2011 as 9:38

Cinquenta e cinco municípios fluminenses com até 50 mil habitantes receberão salas para a estabilização de pacientes em estado grave. O anúncio foi feito nesta sexta-feira pelo governador do Rio, Sérgio Cabral Filho, em evento no Palácio Guanabara que contou com a presença de representantes das cidades contempladas.

As salas serão equipadas com maca, cama elétrica, respirador, desfibrilador e monitor multiparâmetro, entre outros. Elas serão instaladas em hospitais ou unidades de pronto-atendimento e usadas sempre que for preciso estabilizar um paciente antes de removê-lo para um local com mais recursos de atendimento --no caso de um acidente de carro ou de um infarto, por exemplo.

Segundo o secretário estadual de Saúde, Sérgio Côrtes, as salas de estabilização vêm preencher um "vazio" nas cidades menores do Estado, onde a instalação de UPAs (Unidade de Pronto Atendimento) não se justifica do ponto de vista financeiro. Principal bandeira do governo Cabral na área de saúde, a UPA conta com uma "sala vermelha" para o atendimento inicial de casos graves que precisam ser direcionados para outras unidades.

No total, cada sala receberá investimentos de R$ 111 mil, totalizando R$ 6,2 milhões. Segundo o secretário, os equipamentos foram adquiridos de diferentes empresas selecionadas em processo licitatório. O município de Vassouras, que conta com dois hospitais, será o único a receber duas salas. Os demais receberão uma sala cada.

Côrtes afirmou ainda que o governo dará treinamento para que as equipes de saúde das cidades contempladas aprendam a usar os equipamentos e a realizar os procedimentos indicados para cada caso.    

veja também