Governo lança cartilha para eleições e enquadra "twitteiros"

Governo lança cartilha para eleições e enquadra "twitteiros"

Atualizado: Quarta-feira, 10 Março de 2010 as 12

O governo federal decidiu editar uma cartilha sobre como devem se comportar todos os funcionários públicos durante o processo eleitoral, informa reportagem de Fernando Rodrigues e Valdo Cruz, publicada nesta quarta-feira, dia 10, pela Folha.

Segundo a reportagem, haverá seminários para instruir ministros e assessores de alto escalão e o primeiro será na próxima terça-feira.

Entre as recomendações, informa a Folha, estará a de que os integrantes do governo não devem usar seus computadores e aparelhos de celular funcionais para escrever mensagens em sites de relacionamento social, como Facebook e Twitter.

Vários ministros hoje usam de maneira constante o microblog Twitter. Paulo Bernardo (Planejamento) e Alexandre Padilha (Relações Institucionais) dão opiniões durante o dia, em seus horários de trabalho. Mas, a partir de agora, terão de usar telefones particulares, e depois do expediente.

Luis Inácio Lucena Adams, advogado-geral da União, foi quem coordenou a força-tarefa para elaborar a cartilha "Condutas vedadas aos agentes públicos federais em eleições".

Leia a reportagem completa na Folha desta quarta-feira, que já está nas bancas.

veja também