MENU

Governo libera benefícios da Previdência a vítimas de enchentes

Governo libera benefícios da Previdência a vítimas de enchentes

Atualizado: Terça-feira, 29 Junho de 2010 as 7:13

O ministro da Previdência Social, Carlos Eduardo Gabas, anunciou nesta segunda-feira (28) o pagamento antecipado de uma parcela dos benefícios da Previdência Social às vítimas das enchentes em Alagoas e Pernambuco. Cerca de 100 mil pessoas devem ser beneficiadas pela medida. Segundo Gabas, o valor antecipado será descontado em 24 parcelas.

Não serão cobrados juros pela liberação antecipada, disse o ministro. A primeira parcela de reposição do pagamento será cobrada no mês seguinte ao recebimento dos recursos.

Entre pagamentos de aposentadoria rurais, urbanas ou especiais, pensões e outros benefícios, as liberações somarão, de acordo com o ministro, R$ 50 milhões. ''O presidente determinou a antecipação de um pagamento para todos os aposentados e pensionistas das 27 cidades nos dois estados que estão em calamidade pública'', disse.

Segundo Gabas, a liberação dos recursos será feita a partir desta terça (29) nos bancos mediante a assinatura de um termo de adesão. ''Nós colocamos nossa rede nesses municípios junto com os bancos. Por exemplo, eles recebem até o quinto dia útil e nós estaremos fazendo esses pagamentos a partir de amanhã [terça-feira]'', disse.

''A burocracia, que é assinar o formulário, é importante para que eles saibam que é um pagamento de antecipação, que depois terá que ser reposto aos cofres da Previdência. Eles farão a reposição em 24 parcelas'', explicou o ministro.

As chuvas já deixaram 20 mortes em Pernambuco e 34 em Alagoas, de acordo com as coordenações de defesa civil dos dois estados. Em Pernambuco, as chuvas danificaram mais de 14 mil casas, além de 142 pontes e 4,4 mil quilômetros de estradas.

Vacinas

Nesta segunda-feira, o Ministério da Saúde enviou mais de 200 mil doses de vacinas para Alagoas. As doses de imunização devem servir para a prevenção de doenças comuns em situação de inundações, como hepatite A, rotavírus, e tétano. Também foram enviados 13 mil diluentes (substâncias usadas para diluir as vacinas) e mil unidades de soros antitetânicos.

Para Pernambuco, outro estado atingido pelas chuvas, o Ministério da Saúde destinou, na última semana, 11 toneladas de medicamentos e cerca de 500 mil doses de vacinas, além de 15 ambulâncias. Também foram enviados R$ 26,8 milhões para ações emergenciais de saúde.

Por Nathalia Passarinho

veja também