Grávida de trigêmeos perde um dos bebês em MG

Grávida de trigêmeos perde um dos bebês em MG

Atualizado: Quarta-feira, 21 Dezembro de 2011 as 3:06

Dona de casa foi atendida em Patos de Minas

(Foto: Reprodução TV Integração) Os dois bebês prematuros de quase sete meses, filhos de Elza de Fátima Brito Pereira, nasceram depois de meia hora de cirurgia. A dona de casa de Araguari, no Triângulo Mineiro, foi parar no Hospital São Lucas, em Patos de Minas, no Alto Paranaíba. A mulher grávida de trigêmeos viajou cerca de 250 quilômetros de ambulância depois de esperar quase 12 horas pela cesariana e ter a notícia de que um dos bebês já estava morto.

O drama da dona de casa começou na manhã da última terça-feira (20). A mulher chegou à Santa Casa de Araguari já em trabalho de parto por volta das 6h. Ela foi atendida, mas segundo a avó das crianças, Lúcia de Fátima Brito Pereira, o médico responsável disse que não faria o parto porque havia apenas um leito de UTI Neonatal disponível no hospital.

Durante todo o dia a família tentou conseguir os leitos. Chamou a Polícia Militar e depois procurou Ministério Público. Por volta das 17h30, a grávida foi levada para o hospital particular em Patos de Minas.

O médico que recebeu a paciente na cidade do Alto Paranaíba garantiu que o caso era grave. “Ela chegou com 10 centímetros de dilatação e com indicação de cesariana absoluta. Então tinha que ser feito o parto imediatamente. A gestante correu risco de ganhar esse neném durante a viagem”, disse ginecologista e obstetra, Sérgio Piau. O médico informou ainda que a unidade não tinha leitos de UTI Neonatal disponível, mas o hospital improvisou duas incubadoras para acolher a paciente. “Nós temos 20 vagas e todas estavam ocupadas. Tivemos que adaptar já que os hospitais de Araguari, Uberlândia e Uberaba estavam lotados”, acrescentou.

O pediatra Vander Guimarães, que recebeu a gestante, informou que a única menina já estava morta no útero da mãe há algum tempo. “O bebê já estava morto, independente da demora no atendimento”, disse.

O parto foi acompanhado pela equipe da Tv Integração, afiliada Rede Globo. Na entrada do centro cirúrgico a enfermeira saiu com a primeira criança e, cinco minutos depois, com a segunda. Eles vão ficar internados na UTI Neonatal.  Elza de Fátima Brito Pereira falou com a equipe de reportagem e disse que agora está mais tranquila.

veja também