MENU

Greve da Sabesp em SP tem adesão de até 80%, diz sindicato

Greve da Sabesp em SP tem adesão de até 80%, diz sindicato

Atualizado: Quarta-feira, 1 Junho de 2011 as 12:11

  Funcionários da Sabesp entraram em greve à meia-noite desta quarta em 366 municípios do Estado de SP         A greve dos funcionários da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) em todo o Estado, que começou à meia-noite desta quarta-feira, teve adesão de 65% a 80% dos funcionários, de acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente (Sintaema). Os funcionários consideraram a proposta de aumento de 6,39% insuficiente "e não a aceitaram porque acreditam que a Sabesp tem condições de melhorá-la", disseram em nota.

De acordo com o Sintaema, redes de distribuição e de tratamento de esgoto funcionam normalmente para garantir que não falte água nos 366 municípios afetados pela paralisação. Todos os serviços de manutenção e a parte administrativa, porém, estão parados. O atendimento a emergências será analisado caso a caso. A Sabesp informou que problemas com fornecimento de água podem ser comunicados pelo telefone 195.

De acordo com Antonio da Silva, diretor de imprensa do sindicato, os funcionários têm uma perda acumulada no salário e benefícios de cerca de 24% nos últimos dez anos. "Os funcionários da Sabesp estão aumentando a eficiência, batendo recorde de arrecadação todos os anos, mas a empresa nunca repassa, diz que é o Codec, é o Codec, é o Codec (Conselho de Defesa dos Capitais do Estado)", afirma Silva. "Uma empresa como a Sabesp não pode ter uma ingerência financeira dessas." Silva também acusou a empresa de demitir trabalhadores para reduzir a folha de pagamento.

O sindicato deve fazer outra assembleia às 18h desta quarta-feira para avaliar a continuidade do movimento. O sindicato afirmou que se não houver uma contra-proposta da empresa, vai continuar a greve. O presidente do Sintaema, Rene Vicente, estava em reunião com membros da Sabesp no fim da manhã desta quarta para negociação.          

veja também