Greve de residentes chega em Curitiba

Greve de residentes chega em Curitiba

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 10:15

A greve nacional dos médicos residentes chegou ontem a Curitiba. Foram canceladas 300 consultas no Hospital Evangélico, onde a manifestação começou pela manhã. As consultas deverão ser remarcadas e os atendimentos emergenciais foram encaminhados ao pronto-socorro.

Hoje, ás 9h30, os novos profissionais cruzam os braços no Hospital de Clínicas. A diretoria já foi comunicada da paralisação e informou que nenhum atendimento será cancelado, mesmo que haja demora.

No Hospital Cajuru, a diretoria foi informada de intenção de greve, que deve começar na próxima sexta-feira para as consultas agendadas nos setores de geriatria e clínica médica. Os médicos do hospital tentarão absorver a demanda dos residentes.

Durante o final de semana, não houve greve em nenhum hospital da capital e a previsão é de que não haja paralisação no Hospital do Trabalhador. No interior, a mobilização iniciou na sexta nos hospitais universitários de Londrina e Maringá. Em Cascavel, até o momento, não houve greve.

Hoje, ás 9h, acontecerá a Caminhada Nacional pela Residência Médica em várias capitais. Na quarta-feira, uma reunião em Brasília entre a Comissão Nacional de Greve, a Associação Nacional dos Médicos Residentes e o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, deve definir o destino da manifestação. Os residentes pedem reajuste de 38,7% na bolsa-estudo da classe.  

Postado por: Thatiane de Souza

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições