MENU

Greve do SUS afeta atendimento em dois hospitais de SP

Greve do SUS afeta atendimento em dois hospitais de SP

Atualizado: Terça-feira, 25 Outubro de 2011 as 1:41

Faixa do movimento que pede reajuste dos valores pagos pelo SUS por procedimentos

 médicos foi colocada em frente ao prédio da APM (Foto: Vanessa Carvalho/News Free/AE)   Os médicos do Sistema Único de Saúde (SUS) realizam nesta terça-feira (25) uma paralisação de 24 horas. Em São Paulo, dois hospitais participam da ação - Hospital Emílio Ribas e Hospital do Servidor Público Estadual.

Nos dois hospitais, os serviços de emergência estão funcionando. Entretanto, em outros setores o atendimento é parcial. Os médicos pedem reajuste dos valores pagos pelo SUS e mais apoio para os hospitais filantrópicos.

Como parte das manifestações, integrantes do Movimento em Defesa do SUS colocaram uma faixa com a bandeira do Brasil na sede da Associação Paulista de Medicina (APM), na Avenida Brigadeiro Luís Antônio, na Bela Vista, região central de São Paulo.   O presidente da Federação Nacional dos Médicos (Fenam), Cid Carvalhaes, diz que a paralisação é apenas uma das ações dentro de uma “mobilização nacional” da categoria para que a população perceba os problemas do sistema de saúde público do país. Segundo ele, todos os atendimentos de emergência e urgência serão realizados. Nesta manhã, a paralisação atinge cerca de 20 estados. Nos demais, haverá manifestações. Em Mato Grosso, os médicos fizeram uma manifestação às avessas e dizem ter aumentado o atendimento.

veja também