Greve dos Correios acaba na maioria dos estados

Greve dos Correios acaba na maioria dos estados

Atualizado: Segunda-feira, 28 Setembro de 2009 as 12

A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) anunciou nesta segunda-feira, 28 de setembro, a retomada de suas atividades na maioria dos estados depois de uma greve de 12 dias. Ainda permanecem parados os funcionários da empresa em Belo Horizonte (MG) e no Rio Grande do Sul (com exceção de Santa Maria).  Segundo a assessoria de imprensa  da ECT, os trabalhadores da ECT no Espírito Santo decidiram voltar ao trabalho esta tarde. 

Os funcionários dos Correios reivindicavam um reajuste salarial de 41% e incorporação de salário de R$ 300. O reajuste oferecido pela empresa foi de 9%  válidos por dois anos e incorporação salarial de R$ 100, a partir de janeiro de 2010.

Para o presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios do Distrito Federal, Moisés Leme da Silva Neto, o reajuste não trouxe muita melhoria para quem já tem um salário pequeno.

''Mesmo com as melhorias que tivemos o salário de um agente de correios [carteiro e atendente] é de R$ 648,15. O aumento de 9% para essa categoria é mínimo. O que considero uma conquista na negociação foi a parte social. Agora uma carteira gestante  fará trabalho interno e receberá o salário durante a licença-maternidade'', disse.

No Distrito Federal a entrega das correspondências acumuladas serão realizadas num prazo de sete dias. ''Em Brasília são aproximadamente 800 mil correspondências em atraso, com previsão de uma semana para o envio'', disse Cleide Ilha, chefe da assessoria de imprensa dos Correios em Brasília. Nos demais estados, o prazo de normalização na entrega das correspondências foi previsto entre sete e dez dias.

veja também