MENU

Greve prejudica coleta de lixo em cinco cidades da Baixada Santista

Greve prejudica coleta de lixo em cinco cidades da Baixada Santista

Atualizado: Quarta-feira, 25 Maio de 2011 as 8:22

  Cinco cidades da Baixada Santista estão sem coleta de lixo. A sujeira gerou transtornos à população. Cerca de 1.500 coletores de lixo de Santos, São Vicente, Praia Grande, Cubatão e Guarujá estão de braços cruzados desde a manhã desta terça-feira (24). A greve é por melhores salários. Os funcionários reivindicam 20% de reajuste.

"A gente acha que tem que equiparar com o de São Paulo, que é de R$ 800. Aqui o coletor ganha R$ 600, Ninguém está querendo trabalhar, muita gente está querendo entregar a carteira", diz o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Asseio e Conservação da Baixada Santista, Cristovam Veloso dos Santos.

A falta de coleta causou outros transtornos em Santos. A Rua Prudente de Morais ficou coberta de sujeira depois da feira. Os restos de comida atraíram animais. “Como vocês estão vendo, a gente tem que até fechar as janelas porque os urubus estão invadindo. Está horrível”, reclamou a dona de casa Heloísa Loyola.

A empresa responsável pela coleta de lixo nas cinco cidades não quis gravar entrevista. Em uma audiência de conciliação no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), ela ofereceu 8,5% de reajuste salarial para os funcionários. A Prefeitura de Santos informou que tem um plano emergencial pra limpeza das ruas caso a greve continue.          

veja também