MENU

Guarda Municipal de Fortaleza usará pistolas que paralisam o infrator

Guarda Municipal de Fortaleza usará pistolas que paralisam o infrator

Atualizado: Quarta-feira, 5 Janeiro de 2011 as 8:29

A partir de hoje, 4a.feira (05/01) a Guarda Municipal e Defesa Civil de Fortaleza passa a utilizar, nos terminais, as pistolas Taser, armas não-letais, que paralisam os infratores.

O novo equipamento é uma opção mais segura para ser utilizada em situações de resistência, sendo usado somente em último caso, quando há extremo risco. Com essa iniciativa, a Prefeitura de Fortaleza dá mais um passo inovador no trabalho de contribuição da segurança pública que desenvolve na cidade.

A Taser emite ondas “T” (semelhantes à onda cerebral), paralisando o infrator que permanece lúcido, mas não consegue controlar o próprio corpo. Vale salientar que o disparo não provoca lesão e nem hematoma, apenas imobiliza o infrator por tempo suficiente para a sua detenção.

Outro destaque é o controle que se tem sobre os disparos feitos. A pistola tem um programa que registra cada disparo, possibilitando uma verificação periódica da utilização, o que permite a avaliação e a realização de auditorias por parte do setor de armarias.

Até o momento, 200 guardas municipais foram capacitados para utilizar a Taser e já há recursos para realizar o treinamento com mais mil guardas.

O curso é ministrado pelo instrutor da Taser, Alberto Marques de Azevedo Neto, certificado e diplomado pela fábrica Taser, A A & SABA Consultants Inc.

O treinamento visa à certificação de operadores de Taser, com aulas teóricas, práticas e avaliação.

Foram adquiridos 50 equipamentos pela Guarda Municipal, com a devida autorização do Ministério da Defesa e através de convênio com o Ministério da Justiça, que doará mais 300 pistolas para a GMF.

Inicialmente, as armas serão utilizadas nos sete Terminais de Integração de Ônibus de Fortaleza , sendo uma pistola por local, em medida de experimentação, durante um mês. Após os 30 dias, será feita uma avaliação e, em seguida, será elaborado um planejamento para a utilização da Taser em determinados tipos de ações e locais de atuação da Guarda Municipal.

Pistola taser

A pistola Taser (não-letal) reduz quase a zero a possibilidade de dano físico em decorrência da ação. A pistola dispara dardos com alcance de até 10,6m, por cartuchos propelidos por Nitrogênio, substância não contaminante, não tóxica, não poluente, não inflamável e não explosiva.

Como segurança, a Taser dispõe de trava ambidestra, e cada cartucho tem trava de proteção.

Para fins de registro e controle, a pistola e cada cartucho têm número de série específico e, para fins de auditoria, armazena data e horário dos disparos em memória digital interna, sendo que o cartucho Taser contém confetes identificadores com o mesmo número serial do cartucho, para que, ao ser deflagrado, libere os respectivos confetes.

veja também