MENU

Hemepar sofre com a falta de doadores de sangue

Hemepar sofre com a falta de doadores de sangue

Atualizado: Terça-feira, 28 Dezembro de 2010 as 8:08

Entre 7h30 e 9h45 de ontem, apenas sete pessoas haviam passado pelo Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná (Hemepar) de Curitiba para doar sangue.

A situação verificada no local reflete um problema comum nesta época do ano, quando muita gente viaja e os estoques dos bancos de sangue acabam ficando baixos devido à falta de doadores.

“Em dias normais, recebemos, em média, 150 doadores. Em períodos de férias escolares e feriados, esta quantidade cai entre 30% e 40%. Isso acontece nas 22 unidades do Hemepar espalhadas pelo Estado. Ao todo, elas abastecem 300 hospitais, sendo 40 em Curitiba e Região Metropolitana”, diz a assistente social do Hemepar da capital, Nely Coimbra Moura. “Pedimos às pessoas que, antes de sair para curtir as férias, venham doar. Existem pessoas em hospitais que precisam de sangue para viver e que não podem esperar”.

Embora os doadores não costumem aparecer, é justamente nas férias e feriados que eles se fazem mais necessários. Nesses períodos, a demanda por sangue costuma crescer, pois o número de acidentes, principalmente os de trânsito, é maior.

Ciente desta realidade, o operador de linha Ildemar Julio Vigo era uma das pessoas presentes no Hemepar de Curitiba na manhã de ontem. Ele estava há seis meses sem doar e foi justamente porque estava preocupado com um desabastecimento dos estoques.

“Há algum tempo vi uma propaganda falando da falta de doadores nas férias. Lembrei dela e resolvi doar, pois já estava há bastante tempo sem fazer isso. A doação é rápida e não dói nada. Nunca tive problema nenhum em ser doador e, por isso, incentivo a todos a ajudarem o próximo. Isso só faz bem”, afirma.

Requisitos

De cada doador, são coletados cerca de 450 ml de sangue, sendo que cada um pode ajudar até quatro pessoas. Embora os sangues de fator negativo sejam considerados mais raros, todos os tipos são necessários para que os estoques dos bancos permaneçam abastecidos.

Para doar, é preciso estar em boas condições de saúde, ter entre 18 e 65 anos de idade, pesar 50 kg ou mais, estar alimentado (evitando alimentos gordurosos) e portar um documento oficial com foto.

Serviço

O Hemepar de Curitiba fica na Rua João Prosdócimo, 145, no Alto da XV. Funciona de segunda a sexta-feira, entre 7h30 e 18h30. Aos sábados, abre das 8h às 17h. Mais informações podem ser obtidas através do telefone (41) 3281-4000. Já o Hemobanco fica na rua Capitão Souza Franco, 290, no Bigorrilho, em Curitiba. Funciona de segunda a sábado, das 8h às 19h. Informações: (41) 3023-5545.

veja também