MENU

Homem é condenado pelo sequestro e morte de adolescente em Uberlândia

Homem é condenado pelo sequestro e morte de adolescente em Uberlândia

Atualizado: Quinta-feira, 18 Agosto de 2011 as 9:29

Um homem envolvido no assassinato de uma menina de 12 anos em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, foi condenado a 26 anos de prisão, três meses e dez dias. O crime aconteceu há mais de dois anos e chocou a cidade. O corpo de Dyenifer Aparecida Costa foi esquartejado. O julgamento terminou na madrugada desta quinta-feira (18). Luismar Balbino foi condenado por homicídio qualificado, sequestro e cárcere privado de Dyenifer e do sobrinho dela de seis meses, que na época foi seqüestrado e devolvido. O réu vai responder também por formação de quadrilha. O advogado de defesa informou que vai recorrer da sentença.

Depois das investigações da Polícia Civil, três pessoas foram presas. A principal suspeita é a vizinha da família de Dyenifer, Efigênia da Silva. Ela está detida e aguarda julgamento. Já a concunhada dela Ariana Vera Cristina Medeiros Silva acabou solta. Luismar Balbino é sogro de Efigênia.

O crime aconteceu em 2009. Dyenifer, de 12 anos, e o sobrinho de seis meses desapareceram da porta de casa, no bairro Canaã no dia 02 de maio. No dia seguinte, o bebê foi deixado na porta de casa, no bairro Tubalina.

Já o corpo da adolescente foi encontrado três dias depois esquartejado e queimado. As partes estavam em uma lixeira do estacionamento da rodoviária, em um bueiro no Parque do Sabiá e no aterro sanitário. Na época do crime, Ministério Público e Polícia Civil suspeitaram que a adolescente foi vítima de um ritual satânico.

O julgamento durou aproximadamente onze horas. Um policial militar que participou da prisão de Efigênia foi a única testemunha de acusação ouvida. Cinco testemunhas de defesa foram ouvidas. Cerca de 150 pessoas acompanharam o julgamento, e familiares mostraram cartazes pedindo justiça.          

veja também