MENU

Homem que parou para ajudar acidentados morre em hospital de SP

Homem que parou para ajudar acidentados morre em hospital de SP

Atualizado: Sexta-feira, 16 Dezembro de 2011 as 9:43

Um dos homens atropelados por uma moto na Marginal Pinheiros na madrugada desta sexta-feira (16) morreu após ser levado para o Hospital das Clínicas de São Paulo. Ele dirigia uma caminhonete e parou na pista para prestar socorro a pessoas que haviam se envolvido em outro acidente.

O motorista e um passageiro da caminhonete foram atropelados por um motociclista. O passageiro e o condutor da moto seguem internados no Hospital das Clínicas. Três carros haviam se envolvido em uma colisão na pista expressa da via, sentido Interlagos, próximo à Ponte Roberto Zuccolo. A caminhonete em que os dois homens estavam parou logo atrás e eles desceram para ver como estavam as vítimas e prestar socorro.

Enquanto conversavam, um motociclista perdeu o controle, passou entre dois veículos e atropelou os dois homens. “Eles perguntaram ‘vocês estão bem? Fica calma, porque vocês estão vivas, isso é o mais importante’. Ele deu um passo para a frente para ajudar o cara do carro e o motoqueiro pegou eles”, contou Josiane Amorim Dutra, passageira de um táxi que se envolveu na primeira colisão.

Trânsito

Três faixas da Marginal Pinheiros no local do acidente permaneciam interditadas por volta das 6h40 desta sexta. Como reflexo, os motoristas enfrentavam 7,8 km de congestionamento no sentido Interlagos, de 1 km depois da Avenida Alexandre Mackenzie até a Ponte Ary Torres.

No horário, a CET recomendava que os motoristas evitem a via e utilizem a pista local.        

veja também