MENU

Homem que perdeu a orelha fala sobre a agressão

Homem que perdeu a orelha fala sobre a agressão

Atualizado: Segunda-feira, 25 Julho de 2011 as 10:55

O homem que perdeu parte da orelha após ser agredido em uma festa em São João da Boa Vista, no interior de São Paulo, contou que não se lembra de como começou a apanhar. Segundo ele, um grupo de jovens achou que ele e seu filho eram um casal homossexual porque estavam abraçados, o que teria motivado a agressão.

- Senti que tomei uma pancada no queixo, eu nem sei de onde veio, se foi uma pessoa, se foram duas se foram três, não sei de onde veio.

Imagens gravadas por câmeras de segurança do evento mostram o começo da confusão. A discussão entre os supostos agressores e as vítimas durou pouco tempo e eles se afastaram. No final da festa, pai e filho voltaram a ser abordados quando estavam próximos a uma barraca de bebidas. Neste momento, as vítimas teriam sido atacadas e o homem teve parte de sua orelha arrancada após ter desmaiado.

- Começaram a falar que a gente era gay. Eu falei que se tratava de pai e filho.

O homem, de 42 anos, vive em Vargem Grande do Sul, cidade próxima a São João da Boa Vista. Ele é separado e seu filho mora com a mãe, em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo.      

-Será que a gente não tem a liberdade de abraçar um filho?

Os supostos agressores, que têm 25 e 30 anos de idade, admitiram as agressões, mas negaram qualquer tipo de preconceito ou discriminação contra homossexuais. Eles foram indiciados por lesão corporal e vão responder em liberdade.          

veja também